Conecte-se

FacebookTwitterInstagram

14b3fdf8 6c9b 4de4 b255 93a2ff2d84bd

A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Delegacia do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, instaurou inquérito policial para apurar a suposta prática do crime de falsidade ideológica.

Segundo o delegado Renan Scandolara, uma passageira, ao desembarcar no terminal aeroportuário, supostamente inseriu informações não condizentes com seu quadro de saúde no formulário aplicado pela Vigilância Sanitária do Município, a fim de submeter-se à testagem para o coronavírus (COVID-19). Ainda, a passageira teria realizado postagens em redes sociais sobre o fato, expondo como teria conseguido realizar o teste. O inquérito policial instaurado visa à apuração das circunstâncias que podem configurar o delito de falsidade ideológica, sem prejuízo de eventuais sanções administrativas aplicadas pelo Município de Florianópolis.

27d8d229 6e6a 497f 8f8e a19a2972e614 1

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Balneário Camboriú, prendeu um homem por tráfico de drogas e descumprimento de medida protetiva. Foi na manhã de sexta-feira (26), em Balneário Camboriú.

A ação foi realizada durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão contra o homem, que era suspeito de possuir arma de fogo em sua residência.

Nas buscas, foram aprendidas 657 gramas de maconha, uma balança de precisão e simulacro de arma de fogo. Assim sendo, o homem foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e pelo crime de descumprimento de decisão judicial que deferiu medidas protetivas de urgência em desfavor do conduzido.

e6f62fc3 a078 46f9 a741 abba4a791645

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Caçador, cumpriu na manhã desta sexta-feira (26) um mandado de busca e apreensão e de internação provisória contra um adolescente de 17 anos investigado por integrar organização criminosa e tráfico de drogas.

Foram apreendidos 21 papelotes de cocaína e uma balança de digital. A ação contou com o apoio da unidade K9 da Guarda Municipal de Caçador. A investigação apontou, ainda, o envolvimento dele com uma organização criminosa que atua em todo o país.

O adolescente também liderava o tráfico de drogas dentro da facção que integrava. Segundo o delegado de polícia Davi Matos, apesar de sua menoridade, o adolescente ocupava posição de liderança na organização no estado de Santa Catarina.

9a9dcfdc 8c9e 4931 91a7 d07d26f276f0

 WhatsApp Image 2020 06 26 at 12.43.17

A Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DRE/DEIC) desencadeou nesta sexta-feira (26) a Operação Boca da Serra. Estão sendo cumpridas 10 ordens judiciais, sendo seis mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisões. Os trabalhos são coordenados pelo delegado Cláudio Monteiro.

Até pela manhã duas prisões foram cumpridas e dois investigados estão foragidos. As bucas e as prisões foram na Grande Florianópolis. O caso envolve uma apreensão de 150 quilos de maconha em março de 2019 (fotos abaixo). A equipe da DRE, na época, monitorou uma carga de droga que estava vindo de Foz do Iguacu (PR), fez a abordagem em Rancho Queimado, os autores fugiram e se embrenharam no mato e não foram localizados.

WhatsApp Image 2020 06 26 at 10.56.22

WhatsApp Image 2020 06 26 at 10.56.22 1

 WhatsApp Image 2020 06 26 at 10.56.36

Policiais civis da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DRACO/DEIC) apreenderam R$ 1.199.000,00 de organização criminosa com atuação em Santa Catarina dedicada ao tráfico de drogas. Foi na manhã desta sexta-feira (26) em continuidade às diligências da Operação Network.  

Após a apreensão as equipes se dirigiram a sede da DEIC para a contagem e apreensão do dinheiro. Segundo o delegado Antônio Cláudio Joca, ainda na tarde de quinta-feira (25), foi protocolada nova representação pelo Delegado de Polícia da DRACO/DEIC solicitando a expedição de novo mandado de busca e apreensão em endereço localizado em São José.

Diante da imprescindibilidade da medida, de forma ágil e com parecer favorável da 39ª Promotoria de Justiça da Capital, foi expedido novo mandado de busca e apreensão pela Vara Criminal da Região Metropolitana de Florianópolis.

Assim, nesta sexta-feira, por volta das 6h30min, equipes da DRACO/DEIC foram a campo para o cumprimento dos mandados de busca e apreensão ainda pendentes de cumprimento, bem como do novo mandado de busca expedido na tarde de quinta. Em um apartamento localizado na cidade de São José foi apreendida grande quantidade de dinheiro pertencente a organização criminosa voltada ao tráfico de drogas. Policiais civis da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) apoiaram nas diligências.

WhatsApp Image 2020 06 26 at 10.56.36 1