Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

5a9df43b dc09 46ca 8159 ded100973ec9

Na manhã desta terça-feira (17), um caminhoneiro morador de Santa Rosa do Sul (SC), no Sul de Santa Catarina, foi libertado por sequestradores que o mantiveram por quatro dias em cativeiro na cidade de Osasco (SP).

O homem teria sido atraído ao estado paulista por um vantajoso trabalho de frete. Na manhã da sexta-feira (13), ele foi assaltado por alguns homens e permaneceu em cárcere até hoje(17) pela manhã, quando foi liberado.

Durante todo o período que ficou em cárcere diversas tentativas de extorsão foram feitas pelos sequestrados à família da vítima. Para resolução do caso foi montada uma força-tarefa que integrou as Polícias Civis dos estados de Santa Catarina e São Paulo.

“Nós montamos uma força-tarefa, ficamos acompanhando as negociações e fizemos as investigações. A Diretoria de Inteligência da Polícia Civil colocou agentes à disposição para nos ajudar nesse sentido. Fizemos contato com a DAS de São Paulo, que é a divisão de sequestros de lá, que foi nos passando informações e nós fomos auxiliando nas negociações com a família aqui”, contou o Delegado de Polícia em Santa Rosa do Sul, André Coltro.

A vítima foi libertada íntegra e sem sinais de tortura. Ainda não houve prisão dos sequestradores, mas o Delegado afirma que um deles já foi identificado.

A investigação continuará a ser realizada pela Polícia Civil de São Paulo. Atuaram a DP de Santa Rosa do Sul, a Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC), por meio da Delegacia de Roubos e Antissequestro (DRAS/PCSC), a Diretoria de Inteligência da PCSC, a DP de Indaial e a PCSP.

 Alerta sobre anúncios “atrativos” para fretes

Diante do registro de novos casos de extorsão mediante sequestro, a Polícia Civil novamente alerta a motoristas de caminhão a ficarem atentos quanto a anúncios “atrativos” para fretes. Na verdade, se trata de uma modalidade criminosa em que os criminosos sequestram e exigem dinheiro em troca da libertação da vítima.

O Delegado de Polícia Anselmo Cruz, da Delegacia de Roubos e Antissequestro da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), afirma que há registros de casos contra motoristas de SC, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo, entre São Paulo (capital) e Osasco.

Mesmo indo com caminhões vazios, em locais próximos a Osasco (SP), em frente a empresas de logística, eles costumam ser abordados diretamente por assaltantes ou por alguém de jaleco de empresa orientando a seguir para outro portão.

Depois, ocorrem as extorsões por meio de saques nas contas das vítimas enquanto os motoristas ficam em cativeiro. “Sugerimos alerta sobre essa modalidade criminosa e orientamos aos motoristas a terem cautela”, diz o Delegado.

Denúncias podem ser dadas ao 181 ou WhatsApp (48) 98844-0011. 

a4a6328c bbdc 4231 980d 89f36a80be8e

e7e85506 2ee2 4743 9a0d 9444da1fdbe0

de480efa 021e 4470 9407 217cee5bbd3b

 

FOTO 02 1

Entre os dias 18 e 30 de julho, policiais civis participaram da arrecadação de alimentos, na região de Araranguá, no Sul do Estado. A iniciativa, por meio da 19ª Delegacia Regional de Polícia de Araranguá, faz parte da campanha dos 209 anos da Polícia Civil de Santa Catarina.

Foram arrecadados cerca de 292 quilos de alimentos. A entrega ocorreu na segunda-feira (02) para o Lions Clube Araranguá, que atende 80 famílias em vulnerabilidade social que estão cadastradas. Os policiais civis também realizaram a doação de sangue junto ao Hemosc.

FOTO 01

6497bbf8 855d 4283 89c1 7f551a975d66

Nesta terça-feira 18 de maio em Balneário Arroio do Silva, Sul do Estado, entidades trabalham em uma campanha de divulgação do combate ao abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes.

A iniciativa é da Rede formada por instituições como a Polícia Civil, Conselho Tutelar, CRAS, Secretaria de Desenvolvimento Social e Polícia Militar.

Hoje, 18 de maio, é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data surgiu em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do ECPAT no Brasil.

Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de oito anos, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade.

A exploração sexual pode ocorrer de quatro formas: em redes de prostituição, de tráfico de pessoas, pornografia e turismo sexual.

Denuncie:

DISQUE 100, Conselho Tutelar, Polícia Civil e Polícia Militar.

2cc47791 1046 44c7 8366 7876583e2d57 Copia

 

 

WhatsApp Image 2021 05 16 at 19.44.18 3

Na tarde de domingo (16), após recebimento de denúncia, uma ação conjunta entre a Polícia Civil e a Polícia Militar encontrou uma corrida clandestina de cães da raça galgo em Araranguá, Sul de Santa Catarina.

Houve a prisão em flagrante de cinco homens por crime de maus tratos a animal doméstico, que não prevê fiança. Há suspeita que os responsáveis tenham se deslocado do Rio Grande do Sul para Santa Catarina após o Estado vizinho ter intensificado as fiscalizações dessas corridas.

WhatsApp Image 2021 05 16 at 19.44.18 2

WhatsApp Image 2021 05 17 at 08.12.27

WhatsApp Image 2021 05 16 at 19.44.17 1

WhatsApp Image 2021 05 16 at 19.44.18 1

 

WhatsApp Image 2021 05 16 at 19.44.18

POLICIA CIVIL COLETE TRÁS

Policiais civis cumpriram um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça contra um adolescente de 15 anos suspeito de dois atos infracionais análogos ao delito de roubo tentado, em Araranguá, Sul do Estado. Foi em ação da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Araranguá, com o apoio da Divisão de Investigação Criminal (DIC).

O adolescente conta com 26 registros policiais em virtude de diversos atos infracionais equiparados a crimes graves. O mandado foi expedido pela 3ª Vara da Cível da Comarca de Araranguá após representação da Polícia Civil e parecer favorável do Ministério Público. O adolescente foi encaminhado à Central de Plantão Policial e transferido ao Casep de Tubarão.