3e51ca1c eec9 47bc 91cf 089504ce68dc

Policiais civis cumpriram mandados de prisão contra duas pessoas por sentença condenatória, em Timbó. Uma delas foi condenada por estupro de vulnerável e a outra por omissão no dever de evitar o crime de tortura.

As prisões ocorreram na quinta-feira (17), por meio da Delegacia de Polícia de Timbó. No primeiro caso, uma mulher foi condenada a 3 anos e 8 meses de prisão, inicialmente no regime semiaberto, por não ter impedido que seu cônjuge torturasse seus dois filhos. Os fatos ocorreram em 2016, na Comarca de Taió.

A segunda prisão se deu em razão de condenação definitiva pelo crime de estupro de vulnerável, em que o preso foi condenado a uma pena de 4 anos e 8 meses de reclusão, em regime semiaberto. O crime ocorreu em 2013 na Comarca de Timbó. Ambos foram encaminhados ao sistema carcerário para o início do cumprimento de suas penas.