Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

8b48657a 7503 4025 ba9f 5c831af0a9e4

Nesta quinta-feira (24), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Pomerode, no Vale do Itajaí, apreendeu material destinado à prática ilícita de pichações, em Pomerode.

A ação visa a coibir série de crimes ambientais contra o patrimônio histórico e cultural do município. Foram apreendidos também rascunhos que comprovam a autoria das pichações.

Após a identificação do suspeito pelas pichações, a Polícia Civil de Santa Catarina deu cumprimento à diligência. Segundo o delegado de Polícia Antônio Lúcio Antunes Godoi, Pomerode é uma cidade conhecida pelo seu patrimônio histórico e cultural e a Polícia Civil continuará combatendo esse tipo de práticas ilícitas.

banner2

Nesta terça-feira (22), foi cumprido um mandado de prisão temporária em Jaboticabal, em São Paulo, contra um homem suspeito de estar envolvido em uma tentativa de homicídio ocorrida em Ilhota, no Vale do Itajaí. A investigação é da Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Gaspar e Delegacia de Polícia de Ilhota, e o homem foi preso pelos policiais civis da cidade de Jaboticabal (São Paulo).

A tentativa de homicídio ocorreu no dia 30 de janeiro deste ano. O homem preso hoje seria o responsável por desferir facadas na vítima. Ele é filho e irmão de outros dois homens envolvidos no crime, que foram presos do dia 4 de março, em Itajaí.

A vítima foi um homem agredido com pedradas, pedaços de madeira e com golpes de facas. Na data do fato, ela foi atendida pelo helicóptero Arcanjo do Corpo de Bombeiros e encaminhada para o Hospital Marieta de Itajaí. A ação também contou com o apoio de policiais civis de Ilhota e do Núcleo de Inteligência da 3ª Delegacia Regional de Blumenau.

 timbo

Policiais civis da equipe de investigação da Delegacia de Polícia de Timbó efetuaram a captura de um homem de 77 anos em razão de duas condenações definitivas por estupro de vulnerável. A prisão ocorreu na segunda-feira (21).

A primeira condenação diz respeito ao crime cometido no dia 30 de novembro de 2012. Por esse fato, o suspeito foi condenado a uma pena de 9 anos e 4 meses de reclusão, em regime fechado.

A segunda condenação ocorreu por estupro de vulnerável praticado no dia 19 de outubro de 2012 e o suspeito foi condenado a 23 anos e 4 meses de reclusão, em regime fechado.

Após investigação, descobriu-se que ele estava escondido em uma quitinete, às margens da BR-280, em Guaramirim. Após as providências, ele foi conduzido à unidade prisional para início do cumprimento de sua pena.

3e51ca1c eec9 47bc 91cf 089504ce68dc

Policiais civis cumpriram mandados de prisão contra duas pessoas por sentença condenatória, em Timbó. Uma delas foi condenada por estupro de vulnerável e a outra por omissão no dever de evitar o crime de tortura.

As prisões ocorreram na quinta-feira (17), por meio da Delegacia de Polícia de Timbó. No primeiro caso, uma mulher foi condenada a 3 anos e 8 meses de prisão, inicialmente no regime semiaberto, por não ter impedido que seu cônjuge torturasse seus dois filhos. Os fatos ocorreram em 2016, na Comarca de Taió.

A segunda prisão se deu em razão de condenação definitiva pelo crime de estupro de vulnerável, em que o preso foi condenado a uma pena de 4 anos e 8 meses de reclusão, em regime semiaberto. O crime ocorreu em 2013 na Comarca de Timbó. Ambos foram encaminhados ao sistema carcerário para o início do cumprimento de suas penas.

WhatsApp Image 2022 03 17 at 16.54.31

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio das quatro Delegacias de Polícia da Comarca de Timbó, prendeu nesta quinta-feira (17) três suspeitos pelo crime de receptação e comercialização ilegal de dispositivos informáticos desviados de uma empresa de telecomunicações, cuja matriz fica em Timbó.

Além disso, na ação foram cumpridos três mandados de busca e apreensão domiciliar, em Jaraguá do Sul, a fim de investigar a conduta criminosa. Na operação policial foram recuperados nove aparelhos.

A investigação identificou que os dispositivos informáticos foram desviados de uma filial no litoral catarinense e comercializados em Jaraguá do Sul e em Joinville. A Polícia Civil também identificou uma suspeita de realizar a distribuição de lotes de mercadorias desviadas, que reside em Joinville.

Ao final dos procedimentos cabíveis, todas as informações serão compartilhadas com as unidades dos locais onde possivelmente tem ocorrido o comércio ilícito desse material.