Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2022 03 11 at 18.11.48

Nesta sexta-feira (11), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Blumenau, deflagrou uma operação com o objetivo de cumprir quatro mandados de prisão temporária e sete mandados de busca e apreensão domiciliar referentes a investigações de um homicídio e de um roubo ocorridos em Blumenau.

O homicídio teria ocorrido no dia 12 de fevereiro deste ano e, segundo a investigação da Polícia Civil, o crime teria tido como motivação o envolvimento da vítima em crimes patrimoniais. Um homem foi preso nesta sexta-feira (11) e, em sua residência, foram localizadas munições e uma motocicleta com registro de furto.

Quanto ao roubo, o fato chegou ao conhecimento da Polícia Civil após a comunicação de que teriam ocorridos disparos de arma de fogo em direção a uma das vítimas e a subtração de um veículo. Dois suspeitos foram identificados pela DIC/PCSC de Blumenau e presos em suas residências nesta sexta-feira (11). Em uma das casas, foram encontradas munições que foram apreendidas pela Polícia Civil.

A ação contou com o apoio de policiais civis de Gaspar. As investigações continuam para a elucidação completa dos delitos e identificação de todos os autores.

WhatsApp Image 2022 03 11 at 18.11.49

WhatsApp Image 2022 03 11 at 15.32.36

Na tarde desta sexta-feira (11), policiais civis de Gaspar e Ilhota capturaram um homem de 23 anos foragido do presídio de Canhanduba na cidade de Itajaí desde o dia 19/08/2020 após não retornar da saída temporária. O homem foi capturado no bairro Barracão, em Gaspar, e depois conduzido ao Presídio Regional de Blumenau para a continuidade do cumprimento da pena por tráfico de drogas.

Outra equipe de policiais civis localizou e cumpriu um mandado de internação temporária contra um adolescente de 17 anos em Blumenau. A internação foi representada pela Polícia Civil em razão do histórico do adolescente, que consta com oito atos infracionais de tráfico de drogas – a sua internação então foi decretada no dia 24/02/2022. O adolescente foi conduzido até a Delegacia de Polícia de Gaspar e depois encaminhado ao Casep de Blumenau.

WhatsApp Image 2022 03 09 at 15.44.44

Na manhã desta quarta feira (09), a Polícia Civil recebeu a doação de dois fuzis T4 Taurus calibre 556 adquiridos em ação conjunta entre a Prefeitura Municipal de Pomerode e a Câmara de Vereadores de Pomerode para serem utilizados pela Polícia Civil, em Pomerode.

Durante a solenidade realizada na prefeitura, o prefeito de Pomerode, Ércio Krieg, e o presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Scheidemantel, destacaram o trabalho desenvolvido pela Polícia Civil no município, os resultados e os índices de resoluções de delitos obtidos. Eles ressaltaram também a sintonia dos poderes com as forças de segurança.

Participaram ainda do ato o delegado regional de polícia de Blumenau, Rodrigo Marchetti, e o delegado de polícia da Comarca de Pomerode, Antônio Lúcio Antunes Godoi.

Viatura Sirene Dia

Policiais civis de Gaspar e Ilhota prenderam em Itajaí pai e filho envolvidos numa tentativa de homicídio ocorrida no dia 30/01/2022, no bairro Pedra de Amolar, em Ilhota.

A vítima, um homem de 23 anos, foi agredida com pedradas, pedaços de madeira e três facadas que perfuraram o pulmão, o baço e a face. A vítima foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao hospital, em Itajaí.

Após investigações, foram identificados dois suspeitos, sendo pai, de 46 anos, e filho, de 24 anos, moradores à época dos fatos do bairro Pedra de Amolar, em Ilhota.

A Polícia Civil representou pela prisão temporária dos suspeitos, que foi deferida pelo Poder Judiciário. Eles foram presos no bairro Espinheiros, em Itajaí. Depois, interrogados na Delegacia de Polícia de Gaspar e encaminhados ao Presídio Regional de Blumenau.

timbo prisao

Nesta quarta-feira (02), a Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão contra um homem condenado por estupro de vulnerável, em Timbó. A ação é do Setor de Investigação Criminal da Delegacia de Polícia de Timbó.

O mandado de prisão é por sentença criminal transitada em julgado, de condenação de 13 anos e 4 meses de prisão. O preso foi condenado pela prática do crime de estupro de vulnerável, cometido no dia 31 de dezembro de 2015. O regime inicial da pena é o fechado, motivo pelo qual o preso foi encaminhado à unidade prisional.