Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 WhatsApp Image 2022 05 07 at 18.42.36

Em ação na tarde deste sábado (07), a Polícia Civil de Santa Catarina capturou o homem procurado pela morte do cabo da Polícia Militar Rodoviária Alexandre Maciel, 40 anos, ocorrida na noite do dia 24 de abril, em Massaranduba.

A prisão ocorreu em Blumenau pela equipe de policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) da Polícia Civil de Blumenau.

De acordo com o delegado de polícia que coordendou a ação, Rodrigo Raitez, a Polícia Civil chegou ao paradeiro do homem por meio de trabalho de inteligência e conseguiu identificar o local em que ele estaria escondido há alguns dias. Então, foi montada uma operação na tarde deste sábado. Por volta das 17h15min, a Polícia Civil cercou o local, com o apoio da Polícia Militar, um imóvel na rua João Pessoa, no bairro da Velha.

Rendição e drogas no imóvel

O fugitivo foi preso em um quarto e logo se entregou. Ele não estava armado. Uma mulher também estava no imóvel e é suspeita de dar guarida a ele. Segundo o delegado Raitez, havia drogas no local (cocaína e ecstasy), em pequena porção, e o homem será autuado em flagrante por tráfico de drogas. Ele já tinha prisão decretada e estava foragido da Justiça. Depois de ser ouvido e autuado pela Polícia Civil, nesta noite, será encaminhado ao Presídio Regional de Blumenau. A mulher também será autuada por tráfico de drogas, conforme o delegado.

Atropelamento

O policial militar Alexandre Maciel estava de serviço quando foi atropelado na SC-108, por volta das 19h do dia 24 de abril, no Km 50 da rodovia, em Massaranduba, em atendimento de ocorrência policial. O veículo que o atingiu era dirigido pelo homem preso neste sábado, que desde então havia fugido e era procurado pela morte.

WhatsApp Image 2022 05 07 at 18.02.38

1ed38c0f db57 46df b9e4 7ee42f958463

Policiais civis prenderam na manhã desta sexta-feira (05) um homem em Gaspar, no Vale, suspeito de uma série de crimes de roubo a pessoas. Ele foi preso em decorrência de mandado de prisão preventiva, em Gaspar.

Pelo menos três vítimas o reconheceram como sendo o homem que se aproximava com uma faca ou chegava agredindo com empurrões as vítimas que caminhavam na rua. As vítimas eram sempre mulheres ou adolescentes de quem subtraía bolsa e celulares que estavam na sua posse.

Na casa do suspeito, no bairro Poço Grande, foram localizadas as roupas utilizadas em um dos crimes. Em interrogatório na Delegacia de Polícia de Gaspar, o homem confessou apenas um dos roubos e disse que trocou os pertences das vítimas por drogas. Ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Blumenau e ficou à disposição do Poder Judiciário.

2959493b ce6b 4472 8b9d 081f1fec56e2

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Furtos e Roubos de Veículos da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DFRV/DEIC), descobriu um desmanche em uma zona rural em Indaial, no Vale do Itajaí, e autuou o proprietário por receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. A ação ocorreu na segunda-feira (25).

No local, foram localizados seis veículos, sendo cinco desmanchados e um adulterado. Sendo eles: duas Toyota Hilux, um Jeep Renegade, dois VW Gol e um VW Voyage, com furtos registrados em Itapema e na própria região de Blumenau. Além disso, foram encontrados documentos de outros veículos furtados em Joinville, o que são indícios de que mais veículos podem ter sido desmanchados naquela propriedade.

A ação faz parte de uma série de investigações referentes a furto, roubo e desmanche de veículos que está sendo realizada pela Polícia Civil. Durante as diligências, realizadas no decorrer da semana, foi possível verificar que veículos subtraídos no litoral Norte e região de Joinville eram conduzidos até a propriedade, onde eram desmanchados e/ou adulterados, para serem comercializados posteriormente. As diligências continuam para apurar os crimes conexos.

608bc425 b093 4800 988e 4a4df91b6e1e

68f6643b 44c5 43e4 b7f2 ebb2acb3c27b

WhatsApp Image 2022 04 22 at 17.01.43

Nesta sexta-feira (22), a Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Blumenau, prendeu preventivamente um homem por tráfico de drogas, o qual estava foragido há mais de quatro anos. Além disso, no imóvel que era do preso mas que estava sendo ocupado por outro homem, este foi preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, já que mantinha um laboratório e estufa de cultivo de “maconha”. Os fatos ocorreram na Guarda do Embaú, em Palhoça, na Grande Florianópolis.

Desde fevereiro, a Polícia Civil realizava o monitoramento contra o alvo da diligência, que estava foragido na cidade de Foz do Iguaçu (PR). Em buscas nesta cidade, o alvo conseguiu fugir, deixando em sua residência uma arma de fogo municiada, drogas e balança, além de documentos falsos emitidos pelo Estado do Rio Grande do Sul. Tais fatos foram noticiados à Delegacia de Polícia daquele Estado.

Persistindo o monitoramento, os policiais civis da DIC/PCSC de Blumenau identificaram que o alvo estaria nesta sexta-feira na Guarda do Embaú. Em diligência pela região, o alvo foi abordado em um veículo na companhia de outro homem. No momento da prisão, ele apresentou um documento de identidade falso emitido pelo Estado do Pará.

Em continuidade, já que o endereço do alvo era conhecido, este afirmou que o imóvel estava alugado para uma pessoa idosa, que lhe pagava aluguel no valor de R$ 1.500,00. No imóvel, que fica numa área de pouca fiscalização, já que a energia e água são consumidas sem contrapartida, os policiais civis identificaram um odor forte de “maconha” vindo do interior da residência. Após chamar pelo morador, um homem abriu a porta, que não era o referido idoso, e logo foi descoberta a estufa de maconha. Diante da situação flagrancial, os presos e o material ilícito foram apresentados na Delegacia de Polícia da Comarca de Palhoça. A ação contou com o apoio da DIC/PCSC de Palhoça.

indaialprisao

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da equipe de policiais civis da Comarca de Timbó, incluindo Rio dos Cedros, Benedito Novo e Doutor Pedrinho, deflagrou a operação “Seekers" e prendeu um homem que tinha contra si três mandados de prisão e é investigado pela suspeita de praticar atentado contra uma Delegacia de Polícia no Estado do Amazonas. A prisão ocorreu nesta quarta-feira (20), na zona rural de Indaial, no Vale do Itajaí.

No dia 07 de junho de 2021, a Delegacia de Polícia de Caapiranga (AM), a cerca de 130 quilômetros da Capital Manaus, foi um dos alvos de atentados orquestrados por uma organização criminosa, no Estado do Amazonas. Esse atentado resultou na fuga de três presos, sendo um deles, à época, chefe do tráfico de drogas naquele município. Além de promoverem a fuga dos presos, os autores incendiaram três viaturas policiais e um carro particular de um policial civil.

Segundo o delegado da PC/AM, Mateus Imperatriz Moreira, o suspeito desse atentado, preso nesta quarta-feira, já havia escapado de dois cercos policiais no Amazonas e estaria escondido entre os municípios de Timbó e Indaial, em SC.

A equipe de investigação da Delegacia de Timbó reuniu informações e o capturou na zona rural de Indaial, no bairro Ecano. O suspeito foi cientificado dos mandados de prisão e encaminhado ao sistema prisional, onde aguardará a sua transferência para o Estado do Amazonas a fim de responder pelos crimes de tráfico de drogas, incêndio e dano ao patrimônio público.