Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 brusque

A Polícia Civil, por intermédio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Brusque, realizou na manhã desta sexta-feira (28) uma operação em um condomínio residencial no bairro Águas Claras, em Brusque.

A operação foi denominada "AP 41", pois ficou apurado na investigação, iniciada ainda em 2021, que tal apartamento havia sido invadido e estava sendo utilizado como ponto de venda de entorpecentes.

Além deste, outros apartamentos e suspeitos foram identificados como envolvidos no esquema criminoso, que utiliza, inclusive, a mão de obras de adolescentes.

Com base nos elementos colhidos, foi representado por busca e apreensão nos apartamentos - as ordens judiciais foram então deferidas pelo Poder Judiciário. Durante as buscas, foram apreendidos nos apartamentos e em áreas comuns, espalhados pelo condomínio, maconha, cocaína, balança de precisão e rádio comunicador.

Denúncias

Destaca-se que se tornaram frequentes as denúncias anônimas de moradores relatando expedientes de tráfico/uso de entorpecentes, furtos de energia elétrica, esbulhos, ameaças e coações, por vezes violentas, perpetrados por traficantes e integrantes de facção criminosa, o que ensejou a ação policial.

Ao todo foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão. A investigação terá prosseguimento para apurar os responsáveis pelo armazenamento das drogas nas áreas comuns do prédio.

O preso em flagrante será encaminhado à Unidade Prisional Avançada de Brusque, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Participaram da operação policiais civis de Brusque, Itajaí, Balneário Camboriú, Gaspar, São João Batista, Major Gercino e policiais militares do Pelotão de Patrulhamento Tático de Brusque, Núcleo de Operações com Cães de Florianópolis (NOC/PCSC, da DEIC/PCSC, NOC Florianópolis e NOC Acadepol).

WhatsApp Image 2022 01 28 at 09.53.32

brusque01

WhatsApp Image 2022 01 21 at 14.27.37

Na quinta-feira (20), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia do Município de Nova Trento, com apoio da Delegacia de Polícia do Município de Major Gercino, cumpriu um mandado de prisão contra homem condenado por ter cometido dois roubos em Curitiba, no Paraná.

Após diversas diligências investigativas, a Polícia Civil identificou o homem no interior do município de Nova Trento, onde conseguiu efetuar a prisão. O preso foi encaminhado para o presídio regional de Tijucas, onde está à disposição da Justiça e inicia o cumprimento da pena de sete anos e dez meses.

WhatsApp Image 2022 01 20 at 17.09.17

Na quarta-feira (19), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de São João Batista, prendeu um dos suspeitos de cometer um roubo, ocorrido em 13 de setembro do ano passado, em São João Batista.

Na ocasião do crime, dois homens, com violência e grave ameaça, utilizando arma de fogo, invadiram uma residência familiar e amarram as vítimas, levando pertences pessoais e dinheiro.

Após investigações, a Polícia Civil identificou um dos autores e efetuou a prisão preventiva em Itajaí. As investigações prosseguem com o objetivo de elucidar completamente os fatos. O preso foi encaminhado ao Presídio de Tijucas e se encontra à disposição da Justiça.

WhatsApp Image 2022 01 13 at 20.06.30

 A Polícia Civil realizou a prisão de um homem suspeito de um homicídio ocorrido no dia 02 deste mês, na localidade conhecida como a “Cachoeira da Lorena”, em Guabiruba.

A prisão ocorreu no final da tarde de quinta-feira (13) por policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Brusque.

De acordo com a investigação, um grupo de homens teria se dirigido até a referida cachoeira para passar a tarde. Houve uma discussão entre dois homens do grupo, quando um deles, ora preso, desferiu um golpe com uma garrafa de cachaça no rosto da vítima.

Com o golpe, a vítima caiu descordada e bateu com a cabeça nas pedras. Foi apurado que a sua morte foi em decorrência do golpe sofrido, constatando-se a morte por trauma cranioencefálico.

Policiais civs apuraram que após os fatos o suspeito fugiu de Guabiruba e passou a trabalhar em uma reciclagem em Itapema, litoral Norte do Estado, onde foi realizada a sua prisão.

Há suspeita que ele tinha planos de se evadir para o seu Estado de origem, a Bahia. No entanto, foi impedido pela celeridade nas investigações.

8bf9130f fc7f 44aa 9478 28f65da72c01

Na manhã desta sexta-feira (10), policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Brusque cumpriram um mandado de prisão preventiva contra um homem de 31 anos. Ele é suspeito de ter praticado estupro contra três vítimas em Brusque.

Em novembro deste ano, uma mulher procurou a delegacia e informou que ao sair de uma festa pegou carona com um rapaz, que lhe disse que morava perto da residência dela. Porém, durante o trajeto, o suspeito desviou a rota e levou a vítima até um matagal, onde a agarrou à força e tirou a sua blusa. A vítima conseguiu fugir e foi socorrida por um homem que passava de carro no local.

Com as informações, verificou-se a semelhança com um caso ocorrido em maio deste ano, onde um homem com características parecidas teria tentado estuprar outra mulher, utilizando-se do mesmo método, ou seja, oferecendo carona na saída de uma festa. Além disso, constatou-se que o mesmo homem já era réu em um processo pelo mesmo crime e também praticado da mesma forma, no ano de 2019.

Diante disso, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do investigado. O mandado foi cumprido na manhã desta sexta-feira, no bairro São Pedro. O suspeito foi encaminhado à UPA. A Polícia Civil terá o prazo de 10 dias para finalizar as investigações.