Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 novatrentodentista

A Polícia Civil prendeu em flagrante um dentista, na tarde de sexta-feira (12), em uma clínica odontológica em Nova Trento, região do Vale do Rio Tijucas. Foram apreendidos produtos com o prazo de validade vencido e reutilizados de forma ilegal. A ação foi feita por policiais civis de Nova Trento, São João Batista e Major Gercino e contou com a participação de fiscais do Conselho Regional de Odontologia.

Inicialmente, a investigação recaía sobre um suposto delito de exercício ilegal de arte dentária, o que motivou a representação pela busca e apreensão à Justiça no local. Durante o cumprimento do mandado de busca, foram apreendidos produtos e instrumentos impróprios para o consumo. O dentista, que também é o proprietário e responsável pela clínica, foi preso em flagrante.

WhatsApp Image 2021 02 15 at 13.52.45

WhatsApp Image 2021 02 04 at 16.24.32

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quinta-feira (04), a Operação “6º Mandamento” com o objetivo de apurar as circunstâncias de uma tentativa de homicídio ocorrida no final de 2020, no bairro São Pedro, em Brusque. Foram cumpridos sete mandados judiciais - quatro de busca e apreensão e três de prisão temporária.

De acordo com o que foi apurado, quatro homens estariam envolvidos no crime. Um deles seria o mandante, outros dois envolvidos teriam participado diretamente como executores e o quarto homem teria emprestado a motocicleta utilizada para perseguir a vítima pelas ruas do município até o local dos fatos.

Apurou-se, ainda, que os quatro envolvidos estariam ligados ao tráfico de drogas nos bairros Steffen, Cerâmica Reis e Bateas, todos em Brusque. Na noite do crime, uma desavença entre os suspeitos e a vítima teria motivado a tentativa de homicídio. A quadrilha não teve sucesso, pois algumas das munições falharam. Um disparo atingiu o pulmão da vítima que ficou internada em estado grave por alguns dias.

Durante a operação foram apreendidos 40 caixas de cigarros contrabandeados, cocaína, crack, maconha, dinheiro, um simulacro de arma de fogo e a motocicleta utilizada no crime. Além das prisões temporárias, os três presos nesta quinta-feira foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. A investigação prossegue para identificar o quarto envolvido no crime, tido como autor dos disparos.

A operação “6° Mandamento” foi coordenada pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Brusque, com o apoio de policiais da DPCo de Brusque, DPCAMI de Brusque, DPMu de Guabiruba, DPMu de Botuverá e DPCo de São João Batista.

WhatsApp Image 2021 02 04 at 16.24.321

WhatsApp Image 2021 01 27 at 12.32.37

Na manhã desta quarta-feira (27), a Polícia Civil apreendeu armas e efetuou prisões. A ação visa o combate ao comércio ilegal de armas de fogo e ocorreu nas cidades de Brusque, Nova Trento, Canelinha e Urubici.

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão, que resultaram na apreensão de oito armas de fogo, 54 munições e apetrechos utilizados para a recarga de munições. Dois homens foram autuados em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e comércio ilegal de arma de fogo.

A investigação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Brusque, durou dois meses e prossegue no intuito de identificar a participação de outros envolvidos nos referidos crimes. Os presos foram encaminhados à Unidade Prisional Avançada de Brusque, onde permanecerão à disposição da Justiça. A operação contou com o apoio de policiais civis das cidades de Blumenau, Gaspar, Nova Trento, São João Batista, Guabiruba e Botuverá.

 

 brusque

Na manhã desta quinta-feira (14), a Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça contra um homem de 32 anos, em Brusque. Ele é suspeito de ameaçar de morte a sua ex-companheira e de compartilhar fotos íntimas dela através da internet.

A ação é de policiais Civis da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) e do Setor de Investigações e Capturas da DP de Brusque.

Além desses crimes, o homem também é investigado por descumprir reiteradas vezes a medida protetiva que havia sido deferida em favor da vítima em dezembro. Após os procedimentos, o preso foi encaminhado à UPA e o Inquérito Policial deverá ser encerrado nos próximos dez dias.

 POLICIA CIVIL COLETE TRÁS

A Justiça de Brusque condenou um homem a 58 anos e 4 meses de reclusão pelos crimes de estupro e estupro de vulnerável contra três vítimas distintas.

A investigação se iniciou pela Polícia Civil em junho de 2020, quando a família de duas crianças, com 11 anos e 12 anos, registrou um Boletim de Ocorrência informando que os menores haviam contado sobre os crimes. No decorrer do Inquérito Policial, descobriu-se que um jovem de 18 anos também teria sido vítima do autor por cerca de 4 anos, tendo os abusos se iniciados quando ele tinha 12 anos.

Apurou-se que o suspeito ganhava a confiança das vítimas através de presentes e depois praticava os crimes, e que também as ameaçava para que não contassem a ninguém.

O suspeito foi preso preventivamente em setembro na operação “Inimigo Oculto” realizada pela Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) da Polícia Civil em Brusque.