Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

canoinhashomicidio

Policiais civis elucidaram um homicídio qualificado praticado no dia 18/06/2022, por volta das 21h, no interior de uma residência na rua Francisco Wilmar Friedrich, em Canoinhas, e cumpriram um mandado de prisão contra o suspeito.

A investigação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC). A Polícia Civil havia sido acionada na manhã de domingo (19), tendo em vista o encontro de um corpo no bairro Industrial.

A DIC/PCSC foi ao local e constatou se tratar de um homicídio qualificado pelo motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima, cometido de forma brutal, sem a mínima possibilidade de defesa. O suspeito teria atraído a vítima até a sua residência para o consumo de bebida alcoólica, e, em seguida, a executado com golpes realizados com instrumentos perfurocortantes.

A Polícia Científica e o Instituto Médico Legal foram acionados e realizaram os trabalhos técnicos e o encaminhamento do corpo para exame cadavérico. Houve tomada de depoimento preliminar de moradores locais, e em seguida foi possível seguir rastros de sangue até a porta de uma residência localizada distante aproximadamente 50 metros do local em que o corpo foi encontrado. O morador não foi localizado.

Já no interior da residência, constatou-se que as agressões se iniciaram no interior da edificação. Na parte externa da casa foi encontrada uma foice com resquícios de sangue embaixo do assoalho (instrumento utilizado para a realização de algumas lesões no corpo da vítima).

O suspeito foi localizado horas depois em uma praça localizada na região central. Em interrogatório, ele confessou a autoria dos fatos após um desentendimento entre os dois, uma vez que a vítima queria sair a noite, ao passo que o suposto autor se recusava a sair de casa. O preso foi encaminhado para a Unidade Prisional Avançada de Canoinhas.

WhatsApp Image 2022 06 15 at 10.33.25

Uma ação conjunta da Polícia Civil de Santa Catarina e da Polícia Militar de SC resultou na prisão de dois homens na investigação que apura a morte de um ex-secretário municipal do município de Major Vieira, ocorrida na terça-feira (14). As prisões dos suspeitos aconteceram no começo da noite de terça-feira (14).

Os dois foram presos na localidade de Rio Bonito, interior do município de Papanduva. Dentre os elementos, diversas imagens de câmeras e relatos de testemunhas permitiram efetuar o reconhecimento.

A investigação também foi frutífera ao identificar, ainda no início da tarde, a motocicleta utilizada no crime. Essas informações contribuíram nas buscas e perseguições, resultando nas prisões. Um dos presos levava na meia R$ 3,3 mil em células de 100 reais e R$ 800 também em notas de cem reais no bolso.

As investigações ainda permanecem, buscando identificar a motivação para o crime.

Os dois presos foram autuados em flagrante pelo crime de homicídio. Eles estavam com a moto utilizada no crime. Em interrogatório, um deles ficou em silêncio e o outro negou.

viatura cima

No sábado (11), uma ação conjunta entre a Polícia Civil e a Polícia Militar resultou na prisão de suspeitos de envolvimento no furto de baterias de ônibus escolares do município de Canoinhas.

No dia 09 de maio, seis baterias de ônibus escolares foram subtraídas da garagem da prefeitura de Canoinhas. Inicialmente, informações preliminares foram obtidas por meio da PM, a qual havia abordado pessoas suspeitas do furto.

Diante disso, foi realizada a troca de informações com a Polícia Civil, que aprofundou as investigações.

Houve então a representação pela prisão de três homens, todos residentes do município de Canoinhas. As medidas foram deferidas pelo Judiciário. Após a prisão, os presos foram encaminhados ao presídio de Canoinhas.

Viatura 20

Na manhã de sábado (23), a Polícia Civil de Canoinhas, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Canoinhas, cumpriu um mandado de prisão de um homem suspeito de homicídio em Major Vieira.

O crime ocorreu na noite do dia 20, contra um homem. Depois da prisão, em Major Vieira, o homem foi conduzido para Unidade Prisional de Canoinhas.

WhatsApp Image 2022 03 03 at 15.22.31

Nesta quinta-feira (03), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Canoinhas, prendeu um foragido condenado a uma pena de 46 anos de reclusão. O homem foi preso em uma residência em São Bento do Sul e é condenado pelo crime de duplo homicídio, ocorrido em julho de 2020, na região de Canoinhas. A ação teve o apoio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de São Bento do Sul e do Núcleo de Operações com Cães (NOC/PCSC) da Polícia Civil.

Policiais civis articularam uma operação para cumprimento de mandados de busca e de prisão, que resultou na captura do foragido. Na residência onde o suspeito estava os policiais civis localizaram ainda porções de maconha, crack e balanças de precisão, o que motivou sua prisão em flagrante por tráfico de drogas.

Como não foi preso no momento do cometimento do crime, o homem permaneceu em liberdade por um período de tempo, até que foi preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, em outubro de 2020. Ele permaneceu preso até fevereiro de 2021, quando conseguiu fugir do sistema penitenciário. Desde então o homem, que é suspeito de integrar organização criminosa, passou a residir em endereços aleatórios, buscando fugir da atuação dos órgãos de justiça criminal.

Nesta quinta-feira, após a lavratura dos procedimentos, o preso foi encaminhado ao Presídio Regional de Mafra.