Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

f9e9e773 77b6 43c3 b165 83a4a5d1cede

A Polícia Civil de Santa Catarina participa da Jornada Nacional de Segurança Pública e Defesa Social. O evento é uma iniciativa inédita do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e aborda a segurança no campo. Esta etapa traz o tema "I Jornada Nacional de Policiamento Rural: Práticas e Tendências" e acontece a partir desta terça-feira (23) até quinta-feira (25), em Sinop, no Mato Grosso.

Especialistas abordam a segurança no campo, com o compartilhamento de experiências e de boas práticas sobre o assunto e destacam ações de atuação das forças de segurança pública no combate à criminalidade em ambientes rurais. O intuito é produzir diagnósticos e captar informações para a construção de uma ação de política pública voltada para a segurança rural.

O diretor de Polícia da Fronteira, delegado de polícia Fernando Callfass, representa a Polícia Civil de Santa Catarina. Ele destacou a importância de participar de um evento nacional com esta temática. “Nosso objetivo é colher informações e experiências para construir estratégias específicas para implantar em Santa Catarina um modelo eficiente de investigação dos crimes contra o agronegócio”, afirmou.

A Jornada contará com a presença do secretário Nacional de Segurança Pública, Carlos Renato Machado Paim, e é aguardada também a participação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

maconhachapeco

Uma ação conjunta resultou na apreensão de uma carga de 120 quilos de maconha, na noite de segunda-feira (22), em Pinhalzinho, no Oeste do Estado. Quatro homens foram presos em flagrante por tráfico de drogas.

A operação envolveu a Polícia Civil, a Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os homens eram investigados por tráfico de drogas. Eles estavam em dois veículos e o entorpecente foi encontrado durante a abordagem, em um dos carros.

brasao

Na noite desta segunda-feira (22), a Polícia Civil, por meio da 1ª Delegacia de Polícia de Fronteira de Chapecó, no Oeste do Estado, cumpriu um mandado de prisão preventiva do suspeito de praticar um homicídio contra um adolescente de 16 anos por atropelamento, na madrugada de sábado (20), em Chapecó.

A apresentação dele aconteceu na noite desta segunda-feira, a qual ocorreu em torno das 20h. Agora, o inquérito policial será finalizado em até dez dias e ele ficará no presídio regional de Chapecó à disposição da Justiça.

A prisão preventiva havia sido solicitada pelo Delegado de Polícia responsável pelas investigações ainda na noite de domingo (21), após ouvir diversas pessoas envolvidas no fato.

O adolescente foi atropelado intencionalmente pelo suspeito, que saía de uma festa em um local próximo. Outra pessoa também foi atropelada e sobreviveu. O suspeito teria praticado homicídio doloso nas modalidades tentado e consumado se utilizando do veículo que conduzia na oportunidade, Renault/Sandero, no início da madrugada de sábado. O motorista estava no interior de uma festa e lá teria se envolvido em uma briga com outros participantes.

WhatsApp Image 2021 11 18 at 23.38.27

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Palmitos, autuou em flagrante uma mulher de 41 anos pela prática do crime de ocultação de cadáver na tarde de quinta-feira (18), em Palmitos, no Oeste de Santa Catarina.

Os elementos indicam que o cadáver é de um homem que estava desaparecido desde 06/09/2019. O local do corpo foi indicado à Polícia pelo atual companheiro da suspeita, para quem ela teria confidenciado o assassinato, após briga entre o casal, na roça do terreno da mulher localizado em área rural do município.

Junto à ossada foram encontradas partes da motocicleta da vítima e alguns outros objetos identificados por familiares. As demais circunstâncias do homicídio seguem sob investigação pela Polícia Civil.

motopalmitos

 banner2

A Polícia Civil cumpriu cinco mandados de busca e apreensão na tarde desta quarta-feira (10) em inquérito que apura disparos de arma de fogo ocorridos em uma casa noturna situada no centro de Chapecó, em setembro deste ano. A ação é da 1ª Delegacia de Polícia de Fronteira de Chapecó.

A operação ocorreu no bairro São Pedro. Em duas residências foram encontrados objetos furtados, bicicleta, baterias de caminhão, televisores, notebook e celular - todos com suspeita de origem ilícita. Em uma terceira residência foi encontrada quantidade aproximada de meio quilo de crack.

O morador, de 29 anos, assumiu a propriedade da droga e foi preso em flagrante. Além dele, outros dois foram conduzidos para a Delegacia de Polícia para esclarecimentos sobre os objetos apreendidos e também sobre os disparos de arma de fogo ocorridos em setembro.

O autor dos disparos possui 23 anos, dezenas de passagens, entre elas por tráfico e roubo, e será indiciado por crimes previstos no Estatuto do Desarmamento, mas não foi localizado durante as buscas.

A operação contou com o apoio operacional da Guarda Municipal, além de policiais civis de todas as unidades de Chapecó, além do canil da Polícia Civil.

chapecodroga 1