Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2021 02 19 at 20.57.20

Policiais civis realizaram uma operação em Chapecó, apreenderam armas e prenderam duas pessoas em flagrante, em Chapecó, na tarde de sexta-feira (19). A ação ocorreu no bairro Boa Vista, regiāo leste da cidade, por policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC), e contou com apoio do cāo farejador.

Os presos são irmãos. Em duas residências foram encontradas armas de fogo, munições e maconha. Foram apreendidas uma carabina adaptada para calibre .22 LR, uma pistola calibre 9 mm Luger com mais de setenta munições, um revólver calibre .38 SPL com numeraçāo raspada e munições deste mesmo calibre.

Com um dos homens também foram encontrados maconha e dois pequenos pés plantados em garrafas improvisadas na mata. Os homens foram conduzidos para a Central de Plantāo Policial para os procedimentos cabíveis.

WhatsApp Image 2020 06 04 at 11.08.45

A Polícia Civil prendeu em flagrante um homem de 19 anos por descumprimento de medidas protetivas de urgência, em Pinhalzinho. A prisão ocorreu na tarde de quarta-feira (17) por meio da Delegacia de Polícia da Comarca.

Na manhã de terça-feira (16), ele havia sido preso em flagrante por agredir fisicamente a mãe, uma mulher de 37 anos e o irmão, um bebê de nove meses, no Bairro Panorama. Na ocasião, foi encaminhado pedido de medidas protetivas de urgência ao Judiciário, que determinou que o suspeito não mais fizesse contato com a vítima e não se aproximasse dela.

Ele foi colocado em liberdade e retornou à casa da família, descumprindo assim as condições impostas. Na tarde de quarta-feira, o Ministério Público recebeu informação que ele estava na casa e comunicou à Polícia Civil, que foi ao local e o prendeu por descumprimento de medidas protetivas de urgência. O preso foi encaminhado à Unidade Prisional Avançada de Maravilha.

 logobanner

A Polícia Civil elucidou mais um homicídio em Chapecó. Desta vez, foi esclarecido o crime ocorrido no bairro Alvorada, no dia 06 de dezembro de 2020. Na ocasião um homem de 27 anos foi morto após ser golpeado com um taco de sinuca no pescoço.

O crime aconteceu por volta das 16h dentro de um bar. As investigações foram conduzidas pela Divisão de Investigação Criminal (DIC).

A vítima e o suspeito de ser o autor do crime, um homem de 34 anos, jogavam uma partida quando houve um desentendimento por motivo banal. O suspeito fugiu logo depois do crime, mas se apresentou dois dias depois com seu advogado.

Em depoimento, o suspeito alegou legítima defesa, mas a sua tese não foi comprovada na investigação. Ele foi indiciado em inquérito policial por homicídio simples e responde pelo crime em liberdade.

WhatsApp Image 2020 04 08 at 09.36.54 1

A Polícia Civil indiciou três homens por contravenção penal contra a paz pública após eles disseminarem informações inverídicas sobre a situação da Covid-19, em Chapecó, por meio de aplicativo de mensagem. A ação é da 1ª Delegacia de Polícia de Fronteira de Chapecó.

Nos três casos, os suspeitos replicavam as “fake news”, espalhando informações falsas sobre os números de internados no Hospital Regional do Oeste, além de repassarem que o número de mortes seria muito superior ao verdadeiro, com a intenção de causar pânico à população.

Eles foram indiciados pelo artigo 41 da lei das contravenções penais.

A Polícia Civil alerta que a pessoa que criar ou repassar “fake news” poderá ser identificada e responsabilizada criminalmente. A pena para esse tipo de conduta é de prisão, de 15 dias a seis meses, ou multa.

 pc giro noite

A Polícia Civil prendeu três homens, de 25 anos, 23 anos e 21 anos, suspeitos de uma tentativa de latrocínio ocorrida na rodovia SC 283, entre Palmitos e São Carlos, no Oeste. Foi em ação da Delegacia de São Carlos (DPCO/FRON), com o apoio das Delegacias de Águas de Chapecó e de Palmitos e da Polícia Militar, na noite de sábado (13).

Após serem interrogados, os investigados foram encaminhados para a Unidade Prisional de Chapecó e ficarão à disposição da Justiça.

Na madrugada de sábado, por volta da 01h, um veículo Fiat Ducato trafegava na SC-283, sentido Palmitos São Carlos, quando o motorista foi abordado por três homens que vinham no mesmo sentido.

Um dos autores estava com uma arma de fogo e logo que abordou o motorista da Ducato efetuou um disparo. O projétil atingiu o pescoço do motorista. Ao perceber que tinha sido atingido, ele conseguiu acelerar o veículo e se deslocar até um posto de combustíveis na entrada da cidade de São Carlos, onde foi socorrido e levado ao hospital local.

A Polícia Civil passou a investigar o crime. No final da tarde, os autores foram vistos em um balneário de Águas de Chapecó por um policial civil, que acionou a Polícia Militar e solicitou apoio para a condução dos três suspeitos até a Delegacia de Polícia. Eles foram interrogados e presos.

A Polícia Civil representou pelas prisões temporárias dos investigados. As medidas foram deferidas pelo Judiciário após a concordância do Ministério Público. Os investigados foram encaminhamos para o Presídio de Chapecó. O inquérito policial será concluído em 30 dias.