Conecte-se

FacebookTwitterInstagram

 WhatsApp Image 2020 08 08 at 10.51.02

As Polícias Civil e Militar de Chapecó deflagraram na manhã deste sábado (08) a operação “Big Brother Condá” com cerca de 100 policiais civis e militares para cumprir 16 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça e dois mandados de prisão preventiva. Três pessoas foram presas, entre elas um homem apontado como uma das principais lideranças do tráfico de drogas da região.

Os mandados foram cumpridos em bairros de Chapecó. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) após trabalho conjunto de dois meses com a Polícia Militar. Além dos dois homens com prisão preventiva já decretada, ainda foi presa em flagrante uma mulher por tráfico de drogas durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão.

A operação foi realizada com o apoio do SAER-Fron da Polícia Civil e dos cães farejadores (K9s) da Polícia Militar de Chapecó e da Polícia Civil de São Lourenço do Oeste e Xanxerê. Foram apreendidos cocaína, maconha e dinheiro e máquinas para o jogo do bicho.

O trabalho conjunto começou a dar resultado quando, na tarde de 02 de julho de 2020, policiais militares flagraram a entrega de uma mala de viagem com quase 30 quilos de maconha no bairro Paraíso. Na ocasião, os policiais capturaram dois homens envolvidos no crime, os quais se encontram presos.

O trabalho de investigação conjunto ainda resultou na apreensão, em 12 de julho de 2020, de um veículo GM/Ônix carregado com aproximadamente 140 quilos de maconha, em uma estrada rural nas proximidades do bairro Efapi. Na ocasião, foi preso um jovem de 18 anos, que conduzia o automóvel, bem como apreendida uma adolescente de 16 anos. A Polícia Civil então representou pela prisão preventiva do líder da organização criminosa monitorada e de seu associado identificado, o que foi deferido pelo Judiciário.

Ao longo do caso foram apreendidos cinco veículos utilizados para o tráfico de drogas, um Citröen/C3, um GM/Corsa, um GM/Ônix, um VW/Gol e um FIAT/Palio, todos os quais permanecem custodiados e provavelmente serão confiscados pela justiça ao final dos processos criminais.

Monitoramento

Participaram da ação policiais de Chapecó, Coronel Freitas, São Carlos, Palmitos, Modelo, Xanxerê e São Lourenço do Oeste.

Segundo o delegado Rodrigo Moura, o nome da operação é uma referência à forma intensa de monitoramento realizado durante o trabalho policial e à obra 1984, de George Orwell, que retrata a figura do Grande Irmāo ("Big Brother"), que tudo vê, e Condá foi uma forma de unir o termo emblemático a Chapecó.

WhatsApp Image 2020 08 08 at 10.51.02 1

WhatsApp Image 2020 08 08 at 10.51.03

WhatsApp Image 2020 08 08 at 10.51.01

 WhatsApp Image 2020 08 03 at 11.48.26

A 1ª Delegacia de Polícia de Fronteira de Chapecó deflagrou na manhã desta segunda-feira (03) a operação “Castelo de Areia”. A ação é decorrente de uma investigação de estelionato, falsidade ideológica, associação criminosa e lavagem de dinheiro em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná.

De acordo com o delegado Thiago de Oliveira, o esquema milionário utilizava como subterfúgio a venda de celulares por valores muito abaixo de mercado, exigindo adiantamento de valores sob a promessa de entrega em até 31 dias. Importa destacar que vários aparelhos foram inicialmente entregues e os responsáveis pelo esquema solicitavam que a pessoa gravasse um vídeo para postagem nas redes sociais dizendo que a compra havia dado certo, visando dar credibilidade ao negócio divulgado.

Apreendidos oito veículos

Dessa forma centenas de pessoas efetuaram compras e seguiram aguardando o prazo prometido, entretanto, os pedidos passaram a não serem mais entregues, fazendo inúmeras vítimas. Segundo consta até o momento, a vantagem obtida passa de R$ 4,5 milhões.

A Polícia Civil obteve junto ao Judiciário a medida de bloqueio de bens de 13 veículos, 8 contas bancárias e quebra de sigilo de bancária dos investigados. Na manhã desta segunda-feira, foram apreendidos 8 veículos, vários deles de luxo. A investigação prossegue para conclusão do inquérito policial e posterior remessa ao Judiciário.

WhatsApp Image 2020 08 03 at 11.43.30

 WhatsApp Image 2020 08 02 at 20.10.22

Na tarde de domingo (02), por volta das 17h, as equipes do SAER-FRON e do SARA foram acionadas pelos Bombeiros para auxiliar no resgate de um homem que sofreu uma queda em cachoeira, em São José do Cedro. O local era de difícil acesso e a aeronave da Polícia Civil foi fundamental para resgatar a vítima.

Foi necessário o aparato de salvamento em altura do SAER-Fron, onde o resgatista realizou a descida de rapel na aeronave até o local. Após o atendimento inicial, foi realizada a ascensão com o paciente e a retirada dele para um ponto seguro e atendimento da equipe médica do SARA. O homem então foi levado pelos Bombeiros ao hospital de São José do Cedro.

 WhatsApp Image 2020 08 01 at 18.47.27

Na tarde de sábado (01), uma operação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Civil, a Polícia Militar e a Polícia Militar Rodoviária, resultou na apreensão de mais de meia tonelada de maconha. Três pessoas foram presas e dois veículos apreendidos - um deles havia sido roubado em Montenegro (RS).

A abordagem foi realizada com o apoio do helicóptero do SAER/FRON na SC-150, em Piratuba, Meio-Oeste, após denúncia anônima apontando a suspeita sobre os veículos. A carga com a droga estava em uma caminhonete. Foram apreendidos 552,5 quilos de maconha. Os transportadores do entorpecente foram apresentados na Delegacia de Polícia de Joaçaba e autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e receptação.

WhatsApp Image 2020 08 01 at 23.13.38

WhatsApp Image 2020 08 01 at 23.14.21

quadrilhaoeste

A Polícia Civil, por meio de uma força-tarefa composta pelas Delegacias de São Carlos, Coronel Freitas, Planalto Alegre e Cunhataí e pelo Núcleo de Inteligência da 12ª Delegacia Regional de Polícia, sob a coordenação do Delegado André Beckman, desmantelou uma quadrilha especializada em compras fraudulentas pela internet.

O golpista enganava as vítimas enviando um comprovante de depósito falso e afirmando que o dinheiro estaria disponível em suas contas correntes apenas no dia seguinte, mas que o bem "comprado" deveria ser entregue ao transportador indicado pelo estelionatário no mesmo dia do envio desse falso comprovante. O transportador, então, levava o bem até outros dois suspeitos no Rio Grande do Sul.

A investigação ainda apontou que a quadrilha agiu em Coronel Freitas e em Xanxerê. Além disso, a Polícia Civil tomou conhecimento que uma vítima de Águas de Chapecó acabara de entregar uma motocicleta ao transportador, que estava de saída para o Rio Grande do Sul.

A Polícia Civil passou a acompanhar o transportador, que se dirigiu ao Município de Ipê/RS, a 341 kms de Chapecó. Horas depois da chegada do transportador, os suspeitos chegaram ao local conduzindo um FIAT/PUNTO. Em seguida, os veículos se dirigiram para um local ermo nas proximidades. A Polícia Civil acompanhou de perto a movimentação. No exato momento em que dois suspeitos começaram a descarregar a motocicleta, foram abordados e presos em flagrante por estelionato.

No local da prisão, além da motocicleta avaliada em R$ 13.000,00, ainda foi localizada uma plantadeira avaliada em R$ 56.000,00, obtida mediante o mesmo golpe praticado em Xanxerê, dias atrás. Também foi apreendido o valor de R$ 1.455,00. A dupla de suspeitos foi conduzida para a central de plantão de Vacaria/RS, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante. A motocicleta foi restituída para a vítima em Águas de Chapecó.