Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

4e34dc89 9e2b 4597 95af c0d1c19192bd

Em Concórdia, no Meio-Oeste de Santa Catarina, cerca de 70 veículos apreendidos e ou depositados em pátios começaram a ser removidos para a destruição. A ação faz parte de um processo que envolve a Polícia Civil e o Judiciário.

A ação começou a ser realizada na quinta-feira (25) e abrange mais uma etapa do processo de destruição e compactação de dezenas de veículos que estavam apreendidos na Comarca de Concórdia e depositados em pátios improvisados. A destinação foi definida pelo Judiciário local.

Os trabalhos operacionais foram conduzidos pelo Delegado de Polícia Adalberto Safanelli, integrante da Comissão de Destinação de Veículos Apreendidos da PCSC, com o auxílio do Agente de Polícia Darci Agnolin.
O maior desses pátios estava localizado aos fundos da Delegacia de Polícia de Comarca de Concórdia. O trabalho formal iniciou-se ainda em 2016, quando a Delegacia Regional de Polícia de Concórdia, coordenada pelo Delegado de Polícia Marcelo Nogueira, peticionou ao Poder Judiciário requerendo a destinação dos veículos.

Após diversas reuniões e desdobramentos, o processo teve autorização com a publicação do Acordo de Cooperação Técnica n° 70/2019, proferida pela Vara Criminal de Concórdia, de autoria do Juiz de Direito Ildo Fabris, autorizando a destinação dos veículos.

“Trata-se de um momento histórico, que deve ser celebrado, em que um problema que se arrastava por cerca de duas décadas está próximo de seu fim”, destacou o delegado regional de Concórdia, Marcelo Nogueira. No processo há protocolos de atuação para os órgãos envolvidos na persecução criminal, de modo a evitar o acúmulo de veículos apreendidos em pátios diversos.

 

746eebf8 8315 4d50 b01d 8cbd69b4216e

84fc0082 6575 4dd3 8de8 feb41155a44e

viatura6

A Polícia Civil prendeu em flagrante na manhã de quarta-feira (17) um homem por suspeita de importunação sexual contra uma adolescente. O fato aconteceu dentro de um estabelecimento comercial da cidade de Arvoredo. O suspeito se aproveitou do momento em que ela estava sozinha no estabelecimento comercial para cometer o crime.

O homem foi levado para a Delegacia de Polícia da Comarca de Seara, prestou depoimento e foi transferido para o Presídio Regional de Concórdia.

O crime de importunação sexual, definido pela Lei n. 13.718/18, é caracterizado pela realização de ato libidinoso na presença de alguém de forma não consensual, com o objetivo de “satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”.

O caso mais comum é o assédio sofrido por mulheres em meios de transporte coletivo, mas também enquadra ações como beijos forçados e passar a mão no corpo alheio sem permissão. O infrator pode ser punido com prisão de um a cinco anos.

concordia

Na manhã deste sábado (13), a operação conjunta “Adsumus” entre a Polícia Civil e a Polícia Militar é realizada em Concórdia, no Meio-Oeste, para o cumprimento de mandados de busca e apreensão e a recaptura de foragidos.

A operação integrada foi mobilizada com o reforço de policiais civis de outras regiões do Estado, além de policiais militares da região do 20° BPM-Fron.

A ação ocorreu no bairro Santa Rita e proximidades, onde foram cumpridos mandados de busca em nove endereços, com o objetivo de apreender objetos ligados ao tráfico de drogas e a recaptura de foragidos sistema prisional.

WhatsApp Image 2021 11 13 at 07.37.09

dicconcordia

WhatsApp Image 2021 11 13 at 07.37.09 1

logo sala

Na tarde desta terça-feira (9), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio do Setor de Investigações e Capturas de Concórdia, cumpriu dois mandados de prisão, um pelo crime de estupro de vulnerável e o outro pelo crime de um roubo, ocorrido em 2017. Ambos os presos foram conduzidos ao Presídio Regional de Concórdia, onde permanecem à disposição do Poder Judiciário.

 WhatsApp Image 2021 11 04 at 09.58.02

Na manhã desta quinta-feira (04), a Polícia Civil deflagrou a Operação “Aprendiz” para coibir os crimes de tráfico de drogas e de corrupção de menores em Concórdia, no Meio-Oeste de Santa Catarina. Uma mulher foi presa e um adolescente apreendido.

A ação é da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/Fron/PCSC) de Concórdia, com o apoio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/Fron/PCSC) de Concórdia, da DP/Fron de Concórdia, além do Núcleo de Operações com Cães (NOC/PCSC) de São Miguel do Oeste, Chapecó e Xanxerê.

O nome da operação faz referência ao modo pelo qual os traficantes têm agido, ou seja, corrompendo adolescentes para atuarem, na condição de “Aprendiz”, na venda de drogas ilícitas.

A Investigação da Policia Civil começou em julho deste ano, quando um adolescente de 17 anos foi flagrado vendendo drogas. Policiais civis passaram então a investigar as pessoas com as quais ele se relacionava com o intuito de praticar o tráfico.

Apreensões e prisão

Nesta quinta-feira, foram realizadas buscas em cinco residências no município. Foram apreendidos objetos de interesse da investigação como celulares, munição, drogas (crack e maconha), balança de precisão e valores.

Uma mulher de 41 anos foi presa pelos crimes de porte irregular de munição, tráfico de drogas e associação para o tráfico e um adolescente de 17 anos apreendido por tráfico.

 WhatsApp Image 2021 11 04 at 09.58.01

WhatsApp Image 2021 11 04 at 09.58.01 1

aprendiz