Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2021 09 14 at 18.08.27

Na tarde desta terça-feira (14), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da 15a Delegacia Regional de Polícia e do Diretor de Polícia do Litoral, delegado Luís Ângelo de Assis Lacerda Moreira, recebeu o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Aleixo Lunelli, e os comandos locais das demais forças de segurança pública para tratar de assuntos de interesse da segurança pública municipal. Na ocasião, a Polícia Civil e o Município de Jaraguá do Sul firmaram parceria para a realização do Terceiro Mutirão de Testes de Volantes, que deve ser realizado na área externa da Arena Jaraguá, administrada pela Prefeitura Municipal. 

Durante os meses de outubro e novembro serão 800 testes extras para candidatos na categoria B, os quais serão organizados pelo Delegado de Polícia Civil Augusto Melo Brandão. Na oportunidade, o Diretor Luís Ângelo de Assis Lacerda Moreira e o prefeito Antídio Lunelli agradeceram os trabalhos realizados pelo Delegado Regional Fabiano dos Santos Silveira, o qual está se despedindo da função para assumir outra missão representando a Polícia Civil Catarinense.

logo luto

É com profundo pesar que a Polícia Civil de Santa Catarina comunica o falecimento do Agente de Polícia Ingo Mário Thiem, 57 anos, nesta terça-feira (31), em Jaraguá do Sul.

Lotado na 15ª Delegacia Regional de Polícia de Jaraguá do Sul, o Agente Ingo estava há mais de 30 anos na Instituição e tinha uma vida dedicada à Polícia Civil. A sua última importante e humanitária missão foi na Operação Verão, quando atuou na equipe da Polícia Civil que desenvolveu os trabalhos de prevenção ao desaparecimento de crianças nas praias do litoral catarinense.

Nossos sentimentos aos familiares, amigos e colegas e o agradecimento pela dedicação e os serviços prestados à Instituição.

ingo

 fabianooab

Em Jaraguá do Sul, a 23ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SC), entregou o título honorífico de Amigo da Advocacia ao Delegado Regional da Polícia Civil de Jaraguá do Sul, Fabiano dos Santos Silveira.

A homenagem foi concedida pelo presidente da 23ª Subseção da OAB, Gustavo Pacher, em razão da contribuição para “assegurar o exercício da advocacia com ética, independência e dignidade, estimulando o respeito e o aprimoramento da ordem jurídica e social”.

8dd28fab 6d5e 44dc b9c0 6865c034d38a

Dois homens foram presos em flagrante pela Polícia Civil em uma investigação que apura a comercialização de medicamentos usados para fins abortivos. As prisões foram em Massaranduba e em Joinville, na terça-feira (27), durante cumprimento de mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça.

A investigação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Jaraguá do Sul. Os dois homens presos são investigados por suspeitas de enviarem comprimidos abortivos utilizando para as remessas o serviço de entregas de correspondências para vários Estados.

A investigação durou dois meses e meio. Neste período, três envelopes foram interceptados. Os investigados são suspeitos de utilizar sempre uma mesma agência de postagens de Massaranduba para enviar as remessas com os comprimidos.

A investigação identificou o homem que fazia a postagem, em Massaranduba, e um outro homem de Joinville que estaria associado ao esquema criminoso. A Polícia Civil representou à Justiça por mandados de busca e apreensão. As medidas foram deferidas e cumpridas, na quarta-feira.

Em uma casa em Massaranduba a Polícia Civil apreendeu 108 comprimidos, R$ 3 mil, uma máquina de cartão usada para cobrança em entregas pessoais e uma pequena porção de cocaína. No endereço de Joinville foram apreendidos 640 comprimidos e envelopes. Os dois foram autuados em flagrante pelo artigo 273 do Código Penal. O inquérito ainda está em andamento e as investigações prosseguem.

bf7390d3 17a6 4983 b85d f1f889d48155

2c0c75f1 adb1 4822 8266 2fcd49b07d5d

ed1b1a91 6262 4a88 8577 235333f98846

interdição de estabelecimento

A Polícia Civil prestou apoio na tarde desta quarta-feira (23) à Vigilância Sanitária municipal durante fiscalização a um estabelecimento de estética em Jaraguá do Sul.

O estabelecimento oferecia serviços de bronzeamento artificial, os quais eram realizados por meio de câmaras de bronzeamento, cuja utilização é proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), desde o ano de 2009 porque o princípio de funcionamento dos equipamentos é baseado na emissão de radiação ultravioleta, aumentando substancialmente as chances de surgimento de câncer de pele.

No início deste ano, a Vigilância Sanitária municipal já havia lacrado as três câmaras de bronzeamento artificial deste estabelecimento. Porém, mesmo com a lacração, foi apurado que a proprietária continuava a fazer uso de tais câmaras em sessões pré-agendadas com clientes.

Assim, na tarde desta quarta-feira, uma nova fiscalização foi realizada no estabelecimento, quando se constatou que os lacres anteriormente fixados haviam sido rompidos pela proprietária, o que comprova que os referidos equipamentos continuavam a ser usados.

Diante disso, os fiscais da Vigilância procederam a nova lacração de todos os equipamentos e promoveram a interdição total do estabelecimento pela reiteração da proprietária em descumprir as determinações anteriormente impostas.

Além dos procedimentos administrativos instaurados pela Vigilância Sanitária, a proprietária também responderá a inquérito policial, que apura a possível prática de crime contra as relações de consumo.

Conforme Resolução nº 56, de 9 de Novembro de 2009, da ANVISA, é proibido o uso de equipamentos para bronzeamento artificial, com finalidade estética, baseados na emissão de radiação ultravioleta, porquanto restou comprovado que causam malefícios a saúde humana.

WhatsApp Image 2021 06 23 at 16.27.25