Imagem_008pGuaramirim - A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Guaramirim, deu cumprimento ao Mandado de Prisão Preventiva expedido em desfavor de Lúcio Lino Pereira Soares, nesta quarta-feira (22). Soares é acusado de ter cometido o homicídio de sua ex-namorada de 17 anos de idade através de esganadura e de ter ocultado o corpo da vítima.

 

O CASO

 

De acordo com o apurado, Lúcio Lino Pereira Soares manteve um relacionamento por aproximadamente 04 (quatro) anos com a vítima e depois de uma breve discussão, por motivos de ciúmes, investiu contra ela, agarrando-a pelo pescoço e mantendo a esganadura até perceber o óbito. Logo após, foi até sua casa, construída no mesmo terreno do imóvel familiar da vítima, pegou um lençol e cobriu o corpo. Depois, sozinho, escavou um buraco no qual o cadáver foi ocultado até esta terça-feira (21).

 

Por volta das 17h00min desta terça-feira (21) a Polícia Militar foi acionada pelos familiares da vítima que noticiavam ter encontrado um corpo soterrado. A mãe e irmã da vítima estranharam o fato de o cachorro da família constantemente farejar o solo de barro atrás da casa e, diante deste fato, com o auxílio de uma vizinha, escavaram no local e encontraram os póstumos da vítima.

 

O Delegado de Polícia da Comarca de Guaramirim foi acionado em seguida, se deslocando com os Agentes de Polícia Civil ao local por volta das 17h20min. Foram colhidas algumas informações dos vizinhos e curiosos que estavam na cena do crime. Alguns populares foram até a Delegacia de Polícia para serem ouvidos e forneceram indícios que direcionaram as investigações contra Lúcio Lino Pereira Soares.

 

A Autoridade Policial, com base nas informações coletadas e sabendo da intenção de Lúcio Lino Pereira Soares evadir-se do distrito da culpa, representou, por volta das 19h00min, pela sua Custódia Preventiva. A Juíza da Comarca acolheu o pedido e por volta das 19h30min foi dado cumprimento a ordem judicial, quando, então, o investigado, com o auxílio da Polícia Militar, foi detido e encaminhado à unidade policial, onde confessou ser o autor do crime fornecendo detalhes do modus operandi.

 

Soares confessou ter matado, mediante esganadura, sua ex-namorada, com apenas 17 (dezessete) anos de idade e, imediatamente após consumar o fato, ocultou o cadáver no quintal da casa da própria vítima. O fato aconteceu no dia 11/06/2011.

 

O autor do fato encontra-se atualmente recolhido na Unidade Prisional de Jaraguá do Sul/SC, estando a disposição do Juízo de Guaramirim.

 

“Colabore com a Polícia, Denuncie, Disque 181.”