Viatura sirene noite

A Polícia Civil esclareceu o homicídio de um venezuelano ocorrido na praça central de Capinzal, na noite de domingo (08) e cumpriu na quinta-feira (12) três mandados de prisão dos suspeitos. A investigação é da Delegacia de Polícia da Comarca.

Quatro venezuelanos são suspeitos de matar um conterrâneo na praça central. O crime ocorreu por volta das 20h, a golpes de faca, gargalo de garrafa, chutes e socos. A vítima, também venezuelana, um homem de 25 anos, foi socorrida ao Hospital Nossa Senhora das Dores e faleceu.

Foram realizadas diligências pelo Setor de Investigação da Delegacia de Polícia de Capinzal. A suspeita da autoria recaiu sobre quatro venezuelanos. Após a identificação deles, a Polícia Civil representou pelas prisões preventivas. Houve a concordância do Ministério Público e as prisões foram decretadas pelo Poder Judiciário.

Um dos suspeitos está foragido e pode ter retornado para a Venezuela. Os três capturados confessaram a participação nos fatos e foram encaminhados ao presídio de Joaçaba.

A motivação para o crime apresenta duas versões: a primeira pode ser passional, em que a vítima teria discutido com um dos suspeitos por supostamente este aproximar-se da namorada da vítima. A discussão ocorreu na casa de outro suspeito, onde a vítima teria quebrado uma cadeira da casa. A outra versão é que as agressões que culminaram na morte foram em razão de a vítima ter quebrado a cadeira. Eles irão responder por homicídio qualificado em coautoria.