Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 WhatsApp Image 2020 04 24 at 11.01.18

A Polícia Civil realizou a prisão de um homem e a apreensão de um adolescente por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, nesta quinta-feira (14), em Mafra.

A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC), com o apoio da Delegacia da Comarca. Durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça no bairro Schableski, os policiais civis encontraram drogas ilícitas em uma chácara identificada como ponto de venda de drogas.

No local estava um homem de 22 anos e um adolescente. Com eles também foi localizada uma pistola. Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Mafra, onde foram autuados por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

WhatsApp Image 2020 12 16 at 16.26.34

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quarta feira (16) a operação “Geodésia” para cumprir mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça no setor de obras e desenvolvimento urbano da Prefeitura Municipal de Mafra, além de escritórios e residências de engenheiros investigados.

As investigações iniciaram no final de 2019 através de requisição da 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Mafra após denúncias de administradores e profissionais da área de engenharia sobre suspeitas de exigências indevidas para a aprovação de projetos na Prefeitura.

Nesta quarta-feira, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em residências e escritórios de engenharia situados no município, bem como no setor de desenvolvimento urbano da Prefeitura.

Durante as diligências foram apreendidos computadores, equipamentos de topografia e documentos referentes a projetos de engenharia. Ainda, no decorrer das buscas, um homem foi autuado em flagrante por posse ilegal de munição de arma de fogo.

Os equipamentos serão encaminhados à perícia visando a extração de dados e, eventualmente, a obtenção de elementos probatórios referentes às suspeitas de crimes.

WhatsApp Image 2020 12 16 at 16.26.33

WhatsApp Image 2020 04 08 at 09.36.54 1

Foi preso pela Polícia Civil na tarde desta segunda-feira (07), em Mafra, um homem de 46 anos suspeito de tentar matar um homem de 44 anos a golpes de facão. A vítima teve a mão esquerda amputada sem possibilidade de recuperação do membro.

A prisão aconteceu em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pelo Juízo criminal de Mafra. O suspeito estava foragido desde o dia 30 de novembro, quando as investigações foram concluídas.

viatura5

A Polícia Civil prendeu na tarde de quinta-feira (3) quatro pessoas, entre 25 anos e 30 anos, suspeitas de participar de arrombamentos a cofres de estabelecimentos comerciais, crimes ocorridos em várias cidades do Planalto Norte e no Litoral de Santa Catarina. A ação foi da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Mafra e de Balneário Camboriú com o apoio do Setor de Investigações da Delegacia de Itapema.

As prisões são temporárias e os mandados foram cumpridos nas cidades de Balneário Camboriú, Itapema e Blumenau. Durante as investigações, a Polícia Civil apurou que os crimes eram praticados durante a madrugada, quando os suspeitos escalavam os telhados de lojas e agências bancárias e desligavam os alarmes e arrombavam os cofres.

As investigações continuam com o objetivo de localizar e prender outro alvo da operação, que se encontra foragido. As quatro pessoas presas responderão por furto qualificado, arrombamento e associação criminosa.

viatura3

A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de latrocínio (roubo seguido de morte) de uma idosa de 91 anos. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Mafra e da Delegacia de Polícia da Comarca de Papanduva.

Os policiais civis cumpriram prisão preventiva decretada pela Justiça, na sexta-feira (27). O crime ocorreu no dia 19 de novembro, no bairro São Cristóvão, em Papanduva. Um segundo investigado já havia sido preso pelo crime no dia 21 deste mês, pela Polícia Militar de Mafra.

As investigações apontaram que, no dia 19 de novembro de 2020, por volta das 23h30min, os dois investigados invadiram a residência da idosa, a mataram com requintes de crueldade e subtraíram diversos objetos.

Os investigados foram vizinhos da vítima e conheciam a sua rotina e a dos vizinhos e tinham conhecimento do interior da residência, o que facilitou a entrada dos mesmos.

A Polícia Civil representou ao Judiciário pela concessão de mandado de prisão preventiva. O pedido foi atendido e durante a semana os policiais civis fizeram diligências a fim de encontrá-los.

O acionamento imediato, a preservação e o estudo do local do crime, bem como o compartilhamento de informações pelas Polícias Civil e Militar foram cruciais para a elucidação do caso. Os dois presos aguardarão a decisão da Justiça no Presídio de Mafra.