Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2020 11 20 at 16.04.17

A Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão preventiva na tarde desta sexta-feira (20), no bairro Sul do Rio, em Santo Amaro da Imperatriz. A ação é das Delegacias de Polícia da Comarca de Santo Amaro da Imperatriz e do Município de Águas Mornas.

A prisão é decorrente da conclusão de inquérito policial que apurou a morte de um adolescente de 15 anos, em 03/10/2020, em Águas Mornas, atingido por um disparo de arma de fogo.

Os relatos iniciais omitiam pessoas que estavam presentes no local e davam conta de que o adolescente teria sofrido um tiro de um caçador não identificado. Entretanto, apurou-se nos autos do inquérito que o autor do disparo teria sido o próprio primo da vítima, de 12 anos, ao manusear uma espingarda enquanto brincavam.

A versão inicial dos fatos havia sido engendrada pelo pai do autor a fim de isentar de responsabilidade a si próprio e a seu filho. A investigação revelou que o pai do autor entregara suas armas de fogo - ilegais - aos adolescentes.

O adolescente responsável pelo disparo responderá pela prática de ato infracional análogo ao crime de homicídio culposo majorado, enquanto seu pai foi indiciado pela prática dos crimes de homicídio culposo, por omissão imprópria, de porte ilegal de arma de fogo, de entrega de arma de fogo para adolescente, de fraude processual, de corrupção de menores e de coação no curso do processo.

WhatsApp Image 2020 11 19 at 09.32.55

A Polícia Civil desencadeou na manhã desta quinta-feira (19) a Operação “Enigma” para cumprir 12 mandados de prisão temporária e oito mandados de buscas e apreensão expedidos pela Justiça, em Palhoça, São José e Imbituba.

A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça. As investigações apuram um duplo homicídio ocorrido em 19/07/2020, no bairro Aririu, em Palhoça. As vítimas, de 17 anos e 18 anos, foram localizadas em local ermo, apresentando ferimentos de disparo de arma de fogo.

As investigações reuniram provas de que os suspeitos, após o desaparecimento de um homem no município de São José, realizaram uma espécie de “tribunal próprio do crime” em Palhoça, no bairro Caminho Novo, onde o desaparecido residia.

Durante o encontro de criminosos em Palhoça às vítimas, possíveis participantes do homicídio em São José, teriam sido levadas pelos suspeitos para que pudessem ser “julgadas” pelos criminosos e mortas.

A vítima morta em São José teria sido capturada por homens no bairro Ceniro Martins e morta no bairro Areias por ser suspeita de prática de furto no município de Imbituba. O suspeito de ser um dos autores do homicídio em São José estava em Palhoça também para ser “julgado”, mas por ter indicado para os criminosos onde estava o corpo do palhocense desaparecido, não foi morto vindo participar do homicídio dos dois jovens no bairro Aririu.

Ficou demonstrado, através das investigações, que os crimes investigados foram planejados e executados por suspeitos de serem ligados à organização criminosa atuante dentro e fora dos presídios catarinenses. Sete mandados de prisão foram cumpridos e duas armas foram apreendidas. Outras cinco pessoas estão foragidas.

Os mandados de prisão dos 12 investigados são pelo duplo homicídio qualificado e por compor organização criminosa.

Participaram da operação as Delegacias de Polícia pertencentes à Diretoria de Polícia da Grande Florianópolis e K9, policiais militares de Palhoça e São José e policiais civis de Imbituba. “As investigações continuam com objetivo de identificar outros envolvidos”, afirma a Delegada de Polícia Raquel Freire. Os presos permanecem à disposição da Justiça.

WhatsApp Image 2020 11 19 at 09.32.551

WhatsApp Image 2020 11 19 at 09.33.24

WhatsApp Image 2020 04 08 at 09.36.54 1

Na tarde desta sexta-feira (30), a Polícia Civil prendeu em Palhoça um homem foragido dos Estados do Mato Grosso do Sul e São Paulo. Foi após investigação em uma ação da Divisão de Investigação Criminal (DIC) no bairro Jardim Eldorado.

O homem possuía dois mandados de prisão por tráfico de drogas e roubo expedidos pelas Comarcas de Ponta Porã/MS e Ourinhos/SP. Havia contra ele mandado de prisão por sentença definitiva por tráfico de drogas expedido pelo Estado do Mato Grosso do Sul e mandado de prisão preventiva de decisão condenatória por roubo qualificado pelo Estado de São Paulo.

pc giro noite

Está preso o suspeito de ter praticado um latrocínio no dia 18 de outubro, em Palhoça. A prisão aconteceu no final da tarde de quinta-feira (22), na praia da Pinheira, por policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC). A Polícia Civil também recuperou um veículo, o fone celular e chaves da vítima.

Após diligências, os agentes da DIC identificaram e localizaram o suspeito no bairro Praia da Pinheira e logo após o surpreenderam na posse do celular pertencente à vítima. O veículo BMW roubado foi encontrado na Guarda do Embaú.

A vítima era natural do Rio Grande do Sul e estava hospedada em uma pousada na Guarda do Embaú. As evidências colhidas ao longo das diligências, que tiveram o apoio da Polícia Militar de Palhoça, possibilitaram a prisão em flagrante. O suspeito prestou depoimento e está no sistema prisional à disposição da Justiça. As investigações continuam.

WhatsApp Image 2020 06 01 at 16.55.38

Na tarde desta segunda-feira (19), a Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão expedido pela Justiça contra um homem de 26 anos. A prisão aconteceu em um imóvel localizado no bairro Pontal, em Palhoça. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça.

Havia contra ele um mandado de prisão temporária expedido pela 4ª Vara Criminal da Comarca de Florianópolis por tráfico de drogas.