Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2021 11 24 at 19.27.52

Na manhã desta quarta-feira (24), a Polícia Civil de Santa Catarina, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Palhoça, acompanhou a diligência realizada pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) de reconstituição simulada em torno de um homicídio e de uma tentativa de homicídio, em Palhoça.

A diligência se destinou a reconstituir a versão da vítima sobrevivente no local dos fatos e com isso produzir provas no processo criminal de homicídio consumado e homicídio tentado.

Os crimes ocorreram durante a madrugada de 05/01/2021, no interior da residência da vítima fatal, de 75 anos. O filho da vítima, de 44 anos, que sobreviveu às agressões sofridas, foi de imediato transferido do local para atendimento hospitalar de urgência.

As investigações que apuraram os crimes foram desenvolvidas na Divisão de Investigação Criminal de Palhoça (DIC/PCSC) e remetidas ao Poder Judiciário.

Após o crime, em 26/01/2021, os investigadores da DIC/PCSC de Palhoça realizaram a prisão do suspeito, o qual permanece detido aguardando o julgamento do processo até então.

Durante as diligências do crime, provas técnicas foram produzidas pelo Instituto Geral de Perícias (IGP),  as quais corroboraram as investigações desenvolvidas pela Polícia Civil de Palhoça, na elucidação do caso. O preso permanece no sistema prisional catarinense à disposição da Justiça.

WhatsApp Image 2021 11 24 at 19.40.12

60cde421 18a9 4488 8cbd abdfc62e4587

A Polícia Civil de Santo Amaro da Imperatriz apura as circunstâncias da morte de uma mulher de 36 anos, em virtude de ter caído de um bote ao praticar rafting, no dia 06 de novembro.

Segundo informações, a vítima descia o rio com outros praticantes quando caiu de um bote na chamada “corredeira do saco”, ficando cerca de 7 minutos submersa. Ela foi socorrida e levada para o Hospital Regional de São José, onde faleceu dias depois.

Conforme apurado até o momento, a empresa de rafting opera regularmente e provê os equipamentos e suporte de guias para o esporte, e a principal linha de investigação é de queda acidental. Contudo, os trabalhos da Polícia Civil ainda não foram concluídos.

 banner3

Policiais civis capturaram em Palhoça, na Grande Florianópolis, um homem que estava foragido da Justiça do Estado do Amazonas. Ele possuía dois mandados de prisão expedidos pelo Judiciário daquele Estado pelos crimes de roubo e homicídio.

A prisão ocorreu na tarde de quinta-feira (28) por policiais civis da Divisão De Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Palhoça, no bairro Bela Vista. No momento das diligências, o homem apresentou documento de identidade falsificado.

Após a captura, o homem ainda foi autuado em flagrante pelo delito de uso de documento falso. O preso será encaminhado ao sistema prisional e permanece à disposição da Justiça.

WhatsApp Image 2021 10 27 at 09.14.13

Na manhã desta quarta-feira (27), a Polícia Civil de Santa Catarina, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Palhoça, desencadeou a operação “Hórus” com o objetivo de cumprir 05 mandados de busca em residências e 3 mandados de prisão temporária expedidos pelo Poder Judiciário referente ao duplo homicídio de dois adolescentes. O crime ocorreu em 12.10.2021, em Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis.

Após as mortes, a DIC/PCSC de Palhoça coordenou uma ação conjunta entre forças de segurança para o esclarecimento dos crimes, que envolveu nas investigações policiais militares de Santo Amaro da Imperatriz, Polícia Rodoviária Federal e a agência de Inteligência da 11ª Região PM.

As ações policiais da Operação “Horús” foram eficientes para revelar e reconstituir por meio de provas parte dos atos praticados pelos suspeitos na noite do crime e logo após os delitos, incluindo tentativas de destruírem evidências.

As investigações revelaram um veículo suspeito de ter sido utilizado para conduzir as vítimas até o local do crime, automóvel este que foi incendiado pelos investigados em (14.10.2021) no município de Biguaçu.

Diligências

As diligências desta fase das investigações ocorrem nos bairros Forquilhinhas, em São José; Jardim Janaína, em Biguaçu e na Vila Aparecida em Florianópolis.

Participam das diligências nesta quarta-feira policiais civis da DPCAMI/PCSC e DPCO de Palhoça, policiais civis e militares de Santo Amaro da Imperatriz, DIC/PCSC de São José, canil, AI da 11ª RPM, BOPE da Polícia Militar e Instituto Geral de Perícias (IGP).

Prisões

Dois suspeitos foram presos. Houve a apreensão de eletrônicos, uma arma de fogo tipo pistola calibre 9mm, munições do mesmo calibre e a calça usada idêntica à utilizada pelo autor dos disparos que vitimaram as vítimas, conforme vídeo postado pelos executores em redes sociais.

As investigações continuam na Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Palhoça e os presos permanecerão à disposição da Justiça.

7ee58982 285e 43aa 9894 51cf1212b90c

banner1

Na terça-feira (19), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Santo Amaro da Imperatriz, cumpriu um mandado de prisão contra um homem que agrediu um idoso de 74 anos - a vítima, depois de hospitalizada, não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O crime aconteceu em 2010, em um bar em Caldas da Imperatriz, quando o autor, na época, tinha 36 anos. O homem foi preso em São José e encaminhado para o Presídio Masculino da Capital.