Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2022 05 20 at 18.57.10

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Palhoça e da Delegacia Regional de Palhoça, em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação, promoveu palestras nas escolas municipais de Palhoça em alusão ao Dia Nacional do Combate ao Abuso Sexual e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio).

As palestras aconteceram nos dias 19 e 20 de maio e foram ministradas para cerca de 300 adolescentes da rede municipal de ensino. O abuso sexual e a exploração de crianças e adolescentes foram especialmente trabalhados sob o aspecto do comportamento no meio digital, orientando os adolescentes quanto às formas de se proteger nas redes sociais, bem como esclarecendo quais condutas podem configurar crime.

Trabalhou-se com a vertente da prevenção ao crime sexual, repassando conceitos técnicos dos crimes em específico, sempre ressaltando que os adolescentes são sujeitos de direitos e obrigações. Pois, além da prevenção, para coibir que sejam vítimas de crimes, buscou-se a orientação quanto às condutas que podem configurar atos infracionais.

WhatsApp Image 2022 05 20 at 19.30.36

WhatsApp Image 2022 05 20 at 18.57.11

 

banner2

Nesta quinta-feira (19), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Palhoça e da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE/PCSC), prendeu em São Paulo (SP) um homem suspeito de estupro de vulnerável e armazenamento de material de pornografia infanto-juvenil.

Após denúncia de que uma criança estaria sofrendo abusos sexuais de seu padrasto em Palhoça, na Grande Florianópolis, a Polícia Civil começou a investigação e a colheita de provas dos fatos. O Poder Judiciário expediu mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva do suspeito.

O setor de investigação da DPCAMI/PCSC obteve informações de que o investigado estaria na cidade de São Paulo e repassou para a CORE/SC, que obteve êxito em cumprir os mandados. Foram apreendidos aparelhos eletrônicos, que serão submetidos à perícia, pois há suspeitas de que o homem poderia estar armazenando material de pornografia infanto-juvenil.

0000000000000000000

Nesta quarta-feira (18), a Polícia Civil, por meio da Delegacia da Comarca de Palhoça, na Grande Florianópolis, e o Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) realizaram uma operação em Palhoça.

Durante as fiscalizações, foram apreendidos 40 aves sem documentação e registros. A ação ocorreu em dois estabelecimentos, um no bairro Passa Vinte e outro no Centro. Dentre as aves apreendidas estão Trinca ferro, Calopsita , Agapornis, Red Rumped e Rosela Vermelha.

Os proprietários dos estabelecimentos irão responder pelo crime de maus-tratos a animais. Os animais foram entregues ao IMA.

1111111111111111111

3bd8f664 270c 4e21 bb4a 34b6fdf9bb8a

98aaec32 af68 49b1 8772 0cd0b8c8ed5b

881fcd02 27cb 4581 a38d 0d23c1fae326

 

 

8044b869 22bd 4bf8 9e59 803f5f58bd65

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis, finalizou nesta quinta-feira (05) as investigações que buscavam apurar a autoria de uma tentativa de feminicídio ocorrida no dia 22 de janeiro deste ano, em Santo Amaro da Imperatriz. No dia do crime, os autores saíram com a vítima e tentaram matá-la, sendo que, após agredi-la, atearam fogo nela.

Por meio das investigações, a Polícia Civil chegou aos dois suspeitos pela autoria do crime. Buscas foram realizadas e elementos probatórios foram angariados. Através desses elementos foi possível apontar a participação direta deles, um com 18 anos e o outro com 19 anos. O pai de um deles foi preso por tráfico de drogas durante as buscas.

O inquérito policial foi finalizado e remetido ao juízo da comarca de Santo Amaro da Imperatriz. Um dos suspeitos já se encontra preso e outro está foragido. Eles foram indiciados pelo crime de tentativa de feminicídio.

ac9fa199 e7e9 4320 ab56 04d530a50e6e

COLETE DIC 01

Policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Palhoça, na Grande Florianópolis, realizaram a prisão de um homem que estava com mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. A prisão ocorreu na tarde de sexta-feira (22), no bairro Barra do Aririú.

Os investigadores apuraram o paradeiro do foragido da Justiça e passaram a diligenciar no local visando capturar o homem, que é suspeito de integrar organização criminosa. O mandado de prisão expedido pelo poder Judiciário de Palhoça ocorreu após sentença condenatória definitiva.

A pena aplicada é de 08 anos de reclusão em regime inicial fechado pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso restrito e tráfico de drogas. Após a prisão, o homem foi encaminhado à Central de Flagrantes de Palhoça e depois ao sistema prisional.