Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

brasao

Esta semana, a Polícia Civil prendeu um casal (um homem de 33 e uma mulher de 32 anos) investigados pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver em Campo Erê, no Oeste de Santa Catarina.

As prisões ocorreram nas tardes de quinta-feira (28) e sexta-feira (29), através da Divisão de Investigação Criminal da Fronteira (DIC-Fron/PCSC) de São Lourenço do Oeste, com o apoio da Delegacia de Polícia de Comarca da Fronteira de Campo Erê e da Polícia Civil do Paraná.

A prisão da mulher foi efetuada na tarde de quinta-feira, na Vila Siqueira, no município de Barracão (Paraná) e a do homem na tarde de sexta-feira, na Linha Bicudo, em Campo Erê.

Na noite de domingo (24), às margens de um rio que atravessa a Linha Pesqueirinho, em Campo Erê, foi encontrado, parcialmente enterrado, numa cova rasa, um cadáver em avançado estado de decomposição.

O corpo foi identificado como sendo de uma mulher de 51 anos, vista pela última vez com vida na data 03.04.2022, e indicava sinais de morte violenta, eis que, de acordo com o Instituto Médico Legal (IML), apresentava um corte profundo na região do pescoço.

Após acionada, a Polícia Civil iniciou as diligências para apurar o ocorrido e em menos de 48 horas os indicativos das autorias com elementos suficientes para imputação do cometimento dos crimes já haviam sido descobertos.

Investigação

A motivação, circunstâncias e outros pormenores que redundaram na morte e ocultação do cadáver seguem em investigação pela Polícia Civil. As prisões são preventivas.

A presa foi encaminhada para o Presídio Feminino de Chapecó e o homem para a Unidade Prisional Avançada (UPA) de São José do Cedro, onde permanecerão à disposição da Justiça.