Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 maravilhaviatura

Na manhã desta quarta-feira (12), policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) realizaram uma operação em Maravilha, no Oeste. O objetivo foi o de efetuar a prisão de dois homens investigados por diversos delitos no ano de 2021 e cumprir dois mandados de busca e apreensão nas suas residências, além de angariar novos elementos de prova.

A investigação começou em novembro após uma possível dupla tentativa de homicídio qualificada no Centro. Uma das vítimas realizou negócios com um dos investigados ao longo de 2021 e, em determinado momento, após desacordo entre eles e a possível prática de estelionato contra si, contratou advogado para realizar a cobrança judicial de alguns valores.

O investigado principal passou perseguir e a ameaçar esta vítima, bem como teria planejado um “atentado” contra sua vida ocorrido no dia 3 de novembro de 2021, quando ele e mais dois homens interceptaram um veículo na região central e efetuaram diversos disparos de arma de fogo, os quais atingiram a lataria do automóvel. Nesta ocasião, a mulher para quem supostamente seriam direcionados os disparos havia emprestado o carro para um casal de vizinhos, de modo que estes acabaram sendo os verdadeiros alvos do ataque orquestrado.

Pouco tempo após, em 21 de dezembro de 2021, o investigado principal (homem de 37 anos) praticou um roubo contra a sua antiga parceira de negócios. O crime foi em uma panificadora, no centro. Na ocasião, o investigado subtraiu a carteira da vítima, levando consigo folhas de cheque e dinheiro, além de espancar a mulher em via pública por meio de esganadura, tapas e socos. A carteira, já apenas com objetos pessoais, foi descartada pelo autor e devolvida à vítima por uma emissora de rádio local após ter sido encontrada abandonada.

Na manhã desta terça-feira, foram cumpridos dois mandados de prisão temporária expedidos contra o investigado principal, um homem de 37 anos, a princípio envolvido em todos os delitos, bem como a um comparsa, um homem de 29 anos, que teria auxiliado na emboscada do dia 3 de novembro de 2021. Durante as buscas foi encontrada escondida em um “bicho de pelúcia” uma das folhas de cheque objetos do roubo do dia 21 de dezembro de 2021.

Os mandados de prisão temporária são por 30 dias, renováveis em caso de necessidade, prazo durante o qual as investigações devem ser concluídas. Os presos permanecerão na unidade prisional de Maravilha.

WhatsApp Image 2022 01 12 at 09.18.43