Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

Viatura sirene noite

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal de Lages (DIC/PCSC), identificou o suspeito dos disparos contra um homem que trabalhava em uma floricultura no bairro Coral, em Lages.

O investigado, no início da noite do dia 05/05/2022, entrou na floricultura onde a vítima estava e, de imediato, passou a desferir disparos de arma de fogo contra ela, que ficou gravemente ferida e foi socorrida pelo SAMU.

A Polícia Civil realizou as investigações. Foram colhidos depoimentos, realizadas perícias e analisadas imagens de câmeras de monitoramento. No dia 07/05/2022, a roupa usada pelo suspeito foi localizada em uma rua do bairro São Sebastião, recolhida e encaminhada para a Polícia Científica.

Com o avanço das investigações, os policiais conseguiram identificar o suspeito dos disparos e foi representado pela expedição de mandado de prisão e de busca e apreensão. Os pedidos foram deferidos pelo Poder Judiciário.

No sábado (21), o investigado foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rio do Sul, local para onde havia fugido. Ao mesmo tempo, a DIC/PCSC de Lages iniciou o cumprimento do mandado de busca e apreensão em sua residência no bairro Gethal.

Durante as buscas, foram apreendidos a motocicleta usada no crime, um capacete e uma porção de drogas. Após a prisão do investigado pela PRF, também auxiliaram nas diligências a DIC/PCSC de Rio do Sul e a Polícia Penal de Rio do Sul, para onde o preso foi encaminhado.

As investigações passam agora para a fase final de diligências, oitivas de mais testemunhas e exames periciais, devendo ser encerrada nos próximos 30 dias, podendo esse prazo ser prorrogado.

WhatsApp Image 2022 05 22 at 17.39.41

Na tarde de domingo (22), a equipe da aeronave da Polícia Civil, tripulada pela equipe do SAER, estava em treinamento na região praiana de Balneário Rincão, no Sul do Estado, quando populares começaram a acenar para a tripulação.

Foi realizado pouso na praia e a equipe informada que uma pequena embarcação de pesca, com quatro pescadores, acabou virando com a força das ondas. Um pescador, de 34 anos, se chocou contra o barco.

Ele apresentava forte dor incapacitante em membro inferior esquerdo, foi conduzido a aeronave e deslocado para a base do SAER/PCSC em Criciúma, onde a equipe médica já o aguardava para prestar atendimento. Foi realizada analgesia e imobilização.

O homem, com possível fratura de fêmur, foi conduzido ao hospital São José com o apoio do SAMU para seguimento e diagnóstico. Os outros três tripulantes da embarcação não se feriram.

centro administrativo 20220420 1638311994

Foto: Julio Cavalheiro / Secom  

O governador Carlos Moisés autorizou a realização de concursos públicos para diversas áreas. A decisão foi tomada nesta segunda-feira, 23, após deliberação do Grupo Gestor de Governo. Os certames ocorrerão para o preenchimento de 2.297 vagas, em órgãos como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Científica, Polícia Civil, Secretaria de Estado da Saúde, Secretaria de Estado da Agricultura, Epagri, Iprev, Controladoria-Geral do Estado, Procuradoria-Geral do Estado e Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa. 

Também nesta segunda-feira, 23, o governador autorizou a nomeação de 796 servidores já aprovados em concurso. Eles devem ingressar no corpo de servidores até o dia 30 de junho. Trata-se do preenchimento de vagas para cargos da Polícia Civil, Polícia Científica, Secretaria de Estado da Fazenda e Cidasc. 

“Essas ações são possíveis agora porque nós arrumamos a casa. O Governo do Estado voltou a ter o seu caixa organizado em condições de fazer a reposição das vagas em diversas posições do funcionalismo público. Também estamos trabalhando na valorização das carreiras. São ações de gestão conscientes e sustentáveis no longo prazo”, afirma o governador.

Segundo o secretário da Administração, Jorge Eduardo Tasca, a decisão de realizar os concursos e fazer as nomeações foi tomada com base nos indicadores que apontam a saúde financeira do Estado. Atualmente, os gastos com folha de pessoal estão abaixo do limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

As informações mais detalhadas sobre a realização dos concursos em cada órgão e o procedimento de nomeação dos novos servidores serão divulgadas nas próximas semanas.

:: Veja as vagas que serão disponibilizadas para cada órgão nos concursos públicos

Polícia Militar
500 vagas para praças e 50 vagas para oficiais

Corpo de Bombeiros Militar
500 vagas para praças (250 em 2023 e 250 em 2024) e 15 vagas para oficiais

Polícia Científica
196 vagas para auxiliares criminalísticos

Udesc
30 vagas para técnicos universitários e 30 vagas para professores

Controladoria-Geral do Estado
95 vagas para auditores

Procuradoria-Geral do Estado
42 procuradores e 61 vagas para cargos diversos

Iprev
30 vagas para cargos de nível superior

Secretaria de Estado da Saúde
385 vagas para cargos diversos

Polícia Civil
50 vagas para delegados e 70 vagas para psicólogos

Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural
100 vagas diversas (sendo 70 para nível superior e 30 para nível médio)

Epagri
100 vagas para cargos diversos

Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa
43 cargos de apoio

:: Veja abaixo a lista de profissionais que serão nomeados até o fim de junho


Polícia Civil
324 agentes de polícia e 113 escrivães

Polícia Científica
75 peritos oficiais

Secretaria de Estado da Fazenda
79 auditores fiscais da Receita e 162 analistas da Receita

Cidasc
43 médicos veterinários

Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Comunicação - SECom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 

 WhatsApp Image 2022 05 20 at 20.52.46

No decorrer da semana, a Delegacia de Polícia de Ascurra recebeu denúncia anônima com fotos e vídeos de animais (cães) em situação de maus-tratos, em residência situada no bairro Estação, em Ascurra.

Na sexta-feira (20), a equipe da Polícia Civil investigou a denúncia e constatou a presença de três cães em flagrante situação de maus-tratos, apresentando nível acentuado de desnutrição, sem água, sem comida e acorrentados a curtas correntes.

Diante do cenário encontrado, foi dada voz de prisão ao tutor dos animais pela prática do crime previsto no art. 32, §1º-A, da Lei 9.605/98, cuja pena máxima é de 5 anos de prisão.

Em razão da grande vulnerabilidade constatada nos animais, todos foram resgatados e encaminhados a um lar temporário da cidade para fins de preservar a vida e a saúde dos mesmos. Após a lavratura dos procedimentos na Delegacia de Polícia, o suspeito foi encaminhado à UPA de Indaial.

 WhatsApp Image 2022 05 21 at 16.55.36

Uma ação conjunta entre as Polícias Civil e Militar deflagrada na tarde deste sábado (22) cumpriu mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva contra um homem suspeito de crimes de violência doméstica em Araranguá, no Extremo Sul de Santa Catarina.

A ação se trata de uma investigação contra o homem, que responde a três inquéritos policiais. Há duas vítimas de crimes praticados com as mesmas características, que são reiteradas lesões corporais, ameaças, ameaça psicológica, injúrias, cárcere privado e coação no curso do processo.

A Polícia Civil então, por meio da delegada titular da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Araranguá, representou pela prisão e pela busca na residência. As medidas foram deferidas pelo Judiciário.

O primeiro inquérito policial foi instaurado em 2021. Em razão das ameaças e coações do investigado, a vítima não confirmava os crimes, dificultando a apuração policial. Em janeiro, a vítima conseguiu fugir e prestou declarações por videoconferência, contando em detalhes as torturas pelas quais passou. Ela mostrou ainda marcas de lesões que ainda apresentava e contou que foi atendida diversas vezes no hospital e na UPA, mas sempre dizia que tinha sofrido quedas ou se lesionado sozinha. Depois de ter fugido, o investigado continuou lhe perseguindo, enviando mensagens com graves ameaças.

De acordo com a apuração, um mês depois, o investigado começou a se relacionar com outra vítima e passou a agir da mesma forma, por ciúmes, trancava a vítima em casa e a torturava, com um taco de beisebol e um facão. Ele a mantinha trancada em casa até que as lesões desaparecessem para que ninguém visse e ela não pudesse denunciar. Também proibia a vítima de mexer no próprio celular. Até que a segunda vítima também fugiu para outra cidade e registrou o fato, dizendo que ele até cortou seus cabelos para demonstrar poder.

O investigado é suspeito ainda de usar uma arma de fogo em algumas oportunidades em que ameaçou uma das vítimas.

WhatsApp Image 2022 05 21 at 16.57.36