Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 deipcscrspr

A Polícia Civil de Santa Catarina deflagrou uma ação conjunta com as Polícias Civis do Rio Grande do Sul e do Paraná em combate a um grupo criminoso com atuação interestadual em furtos e roubos de cargas.

Na terça-feira (15), foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão expedidos pela Justiça em Curitiba (Paraná) e em Uruguaiana (Rio Grande do Sul). As buscas ocorreram nas residências dos investigados, em uma transportadora em Uruguaiana e em um comércio de bebidas de Curitiba. Foram apreendidos documentos, dispositivos eletrônicos e dinheiro.

A ação é da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DFRC/DEIC) da Polícia Civil catarinense, com o apoio da DRACO da Polícia Civil de Uruguaiana e da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da PCPR. A análise do material apreendido será realizada pela Polícia Civil de SC.

Havia uma comunicação, no dia 02/07/2020, de roubo de uma carga de vinhos do Chile avaliada em R$ 300 mil, que teria ocorrido em Blumenau. Segundo o delegado Osnei Valdir de Oliveira, houve investigação para averiguar os fatos e responsabilizar os envolvidos.

No dia 10/07/2020, policiais civis de SC e PR recuperaram a carga roubada de vinho em Curitiba. Na ocasião, foi preso em flagrante um empresário do ramo de bebidas. Em continuidade às investigações foi possível identificar os demais envolvidos no crime. Constatou-se que não ocorreu o roubo da carga e sim uma simulação.

O motorista que participou do crime de furto e realizou a falsa comunicação de crime – contra quem foi expedido mandado de prisão – foi preso no curso das investigações na Argentina, flagrado na posse de 765 quilos de maconha.

WhatsApp Image 2020 09 16 at 09.21.56

A Justiça condenou a mais de 43 anos de reclusão cinco réus acusados de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo e munição, em Palhoça. As investigações foram coordenadas pela Divisão de Investigação Criminal (DIC).

Em junho de 2019, a Polícia Civil realizou uma operação no bairro Caminho Novo, que resultou na apreensão de drogas (maconha, cocaína e crack), na apreensão de duas armas de fogo e munições e ainda petrechos utilizados no tráfico de drogas.

No dia da prisão somente dois dos condenados foram presos, mas as investigações da DIC revelaram a participação ativa junto ao tráfico de drogas dos outros três réus. Com isso, foi possível materializar a participação de todos os indiciados nos crimes investigados. Ao longo do processo, a articulação para o tráfico de drogas investigada foi confirmada em juízo e as penas somadas atribuídas aos autores ultrapassam 43 anos de reclusão.

O  líder da associação foi condenado a 13 anos de reclusão. Os cinco réus foram presos pela DIC na época das investigações e continuam no sistema prisional à disposição da Justiça.

WhatsApp Image 2020 04 08 at 09.36.54 1

A Polícia Civil recuperou nesta terça-feira (15) dois cachorros da raça yorkshire que haviam desaparecido na quinta-feira (10) da semana passada, no bairro Picadas do Sul, em São José.

A Polícia Civil localizou os animais no Bairro Brejaru, em Palhoça, em duas residências diferentes, com base em informações referentes ao veículo que teria sido visto pegando os cães. As pessoas que estavam com os animais alegaram que os encontraram na rua, perguntaram pelo dono e como não conseguiram localizar, para não deixá-los na rua, os levaram para casa.

Os cães foram devolvidos para a legítima dona. Foi instaurado um procedimento específico na 1ª Delegacia de Polícia de São José para esclarecer as circunstâncias dos fatos.

A ação é de policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC), do Setor de Investigação Criminal (SIC) da 1ª Delegacia de Polícia de São José e do Setor de Investigação Criminal (SIC) da 3ª Delegacia de Polícia da Capital.

WhatsApp Image 2020 09 15 at 14.20.36

A Polícia Civil, por meio das Delegacias de Pinhalzinho e Saudades, cumpriu na manhã desta terça-feira (15) um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça em investigação de violência doméstica, no Oeste.

No domingo (13), no Bairro Hípica, em Pinhalzinho, uma mulher de 42 anos teria sido ameaçada e xingada por seu ex-namorado, um homem de 53 anos. Em razão disso, na tarde de segunda-feira (14), ela compareceu à Delegacia de Pinhalzinho e registrou um Boletim de Ocorrência, além de requerer medidas protetivas de urgência.

Na ocasião, a vítima informou, ainda, que o suspeito possuía uma espingarda em sua residência. Diante disso, a Polícia Civil requereu um mandado de busca e apreensão na casa do investigado, o que, após manifestação favorável do Ministério Público, foi expedido pelo Judiciário, assim como as medidas protetivas requeridas pela vítima.

O mandado foi cumprido na residência do suspeito, em Modelo, onde foram apreendidos uma espingarda calibre 36, duas munições e vários petrechos para recarga. O suspeito, que agora não pode se aproximar da vítima, responderá tanto pela alegada violência contra a mulher quanto pelo crime de posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

bracoWhatsApp Image 2020 09 15 at 17.06.22

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia de Braço do Norte, com o apoio da Delegacia de Rio Fortuna, cumpriu um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça e prendeu em flagrante um homem de 32 anos por tráfico de drogas. Foi nesta terça-feira (15), em Braço do Norte.

As investigações tiveram início em 2019, quando a Delegacia de Polícia recebeu informações que um homem estaria realizando o tráfico de cocaína, em Braço do Norte. Diante da disso, o setor de investigação Criminal (SIC) iniciou diligências no sentido de identificar o traficante. Com a identificação do suspeito, foi representado pelo mandado de busca e apreensão.

Na residência do investigado foram apreendidos 29 porções de cocaína pronta para o comércio e R$ 3.600,00. O preso, após ser ouvido na Delegacia de Polícia, foi encaminhado para o Presídio Regional de Tubarão.