Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

Logo Fundo preto

A Polícia Civil de Santa Catarina realizou na tarde desta segunda-feira (10) o interrogatório do autor dos crimes cometidos no município de Saudades. A diligência foi realizada pelo Delegado de Polícia responsável pelo caso e sua equipe. O interrogatório foi realizado no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó, e durou cerca de uma hora. O teor do interrogatório não pode ser divulgado, pois ainda restam algumas diligências a serem adotadas até a finalização do inquérito policial, que deverá ocorrer ainda nesta semana. A Polícia Civil de Santa Catarina se manifestará oficialmente ao final das investigações.

WhatsApp Image 2020 06 09 at 15.17.08

A Polícia Civil encaminhou ao Judiciário inquérito em que indiciou dois servidores do município de Imbituba por suspeita de corrupção passiva. O fato ocorreu em 2019 após a vítima registrar um boletim de ocorrência denunciando dois servidores da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SEDURB) de Imbituba que estariam solicitando vantagem indevida (propina) para facilitar a construção de uma casa.

A Polícia Civil apurou que a vítima procurou a prefeitura buscando informações para iniciar a construção de sua casa. Na ocasião, um dos investigados (engenheiro) teria informado que agilizaria o processo caso fosse contratado para coordenar a obra. Entretanto, a vítima não cedeu à proposta e contratou uma arquiteta particular para efetuar o projeto.

Na sequência, os dois homens, em razão do cargo que ocupavam, passaram a solicitar vantagem indevida (aproximadamente R$ 700,00) para permitir que a vítima continuasse a construção, inclusive prometendo que iriam “segurar a segunda e a terceira vistoria” caso não fossem atendidos.

Segundo o  Delegado de Polícia Juliano Baesso, o material colhido durante a instrução do inquérito policial não deixou dúvidas de que os dois servidores agiam de forma conjunta e solicitaram indevidamente o pagamento de propina, para que a vítima continuasse com  a construção e de que não seria mais autuada.

Os dois homens foram indiciados pela prática do crime de corrupção passiva majorado. Também foi representado ao Poder Judiciário pela decretação da prisão preventiva e/ou aplicação de medidas cautelares diversas da prisão, entre elas a suspensão/proibição do exercício de qualquer função pública.

 WhatsApp Image 2021 05 10 at 15.09.48

Na tarde desta segunda-feira (10), a Delegacia Geral da Polícia Civil recebeu integrantes da nova diretoria da Associação dos Delegados de Polícia de Santa Catarina (Adepol).

Eles foram recebidos pelo Delegado Geral Paulo Koerich, no gabinete da DG, em Florianópolis. Participaram do encontro a presidente da Adepol, Vivian Garcia Selig; o 1º vice-presidente Gustavo Kremer e o 2º vice-presidente Mauro Dutra. A nova diretoria da Adepol foi empossada no dia 29 de abril.

WhatsApp Image 2021 05 10 at 15.10.49

 Site

A Polícia Civil lançou o edital para a seleção de 40 (quarenta) vagas do curso de pós-graduação lato sensu na área de Gestão de Segurança Pública e Investigação Criminal Aplicada para policiais civis de Santa Catarina.

A iniciativa é realizada por meio da Academia da Polícia Civil (ACADEPOL), seguindo o cronograma de oferta de cursos e capacitações deste ano. Além dessas vagas, também são oferecidas 2 (duas) vagas para Policia de Misiones/Argentina, e 2 (duas) vagas para membros do Ministério Público de Contas.

A especialização contará com aulas presenciais e remotas na Acadepol, em Florianópolis, nas quintas, sextas e sábados, uma vez por mês, conforme cronograma a ser apresentado quando da abertura dos trabalhos.

O curso conta com carga horária total de 378 horas e terá duração de cerca de três semestres. A conclusão do curso se dará com apresentação de artigo científico referente aos temas das linhas de pesquisa do Núcleo de Inteligência e Gestão (NIG), grupo de estudos da Acadepol. O assunto foi tema de reunião nesta segunda-fera entre o Delegado Geral da Polícia Civil, Paulo Koerich, a Diretora da Acadepol Ester Coelho e o Gerente de Ensino, Pesquisa e Extensão da Acadepol, Delegado de Polícia André Luiz Bermudez Pereira.

Confira o edital aqui.

WhatsApp Image 2021 05 10 at 13.16.43

WhatsApp Image 2020 04 08 at 09.36.54 1

A Polícia Civil prendeu no sábado (08), em Chapecó, um homem de 71 anos suspeito de praticar crime de estupro de vulnerável contra uma criança de sete anos.

O homem, junto com a sua esposa, exercia a função de cuidador de crianças que eram recebidas na residência do casal que funcionava como uma espécie de creche.

A prisão ocorreu com base em inquérito policial da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Chapecó, que pediu a prisão preventiva do suspeito. A ordem de prisão foi deferida pela Justiça após manifestação favorável do Ministério Público.

As investigações concluíram que o idoso agiu por duas ocasiões, em abril deste ano, praticando abusos sexuais contra a criança que se encontrava sob os seus cuidados.

Ele foi preso na sua residência e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.