Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 WhatsApp Image 2021 05 10 at 09.56.18

Na manhã desta segunda-feira (10), a Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça em continuidade à Operação “Déjà vu”. A prisão ocorreu em São José, na Grande Florianópolis.

A ação é de policiais civis da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC). Ainda estão foragidas três pessoas.

“Déjà vu”

A Operação “Déjà vu” foi desencadeada em março deste ano pela DRE da DEIC/PCSC contra o tráfico de drogas.

Na época houve a apreensão de R$ 650 mil em dinheiro, de 152 quilos de maconha e de 26 quilos de cocaína, arma e veículos e quatro pessoas foram presas, na Grande Florianópolis.

logo luto

É com profundo pesar que a Polícia Civil de Santa Catarina comunica o falecimento do Agente de Polícia Francisco Péricles Pazda, o Chico, ocorrido na sexta-feira (07).

O Agente ingressou na Instituição em 1988. Em sua trajetória, foi responsável pelo expediente da Delegacia de Polícia do Município em Major Vieira, presidente da Associação dos Policiais do Planalto Norte Catarinense, atuou em Bela Vista do Toldo, Itajaí, Balneário Camboriú, Penha, Florianópolis, Camboriú e atualmente na Delegacia de Polícia da Comarca de Balneário Piçarras.

Francisco Péricles Pazda também era escritor, poeta e membro da Academia de Letras do Brasil. Escreveu os livros Itapeba e Filhos do cárcere. “A sua falta será sentida por todos nós, que sempre o admiramos. Serão eternas saudades de dias de trabalho compartilhando sua companhia”, registrou o Delegado de Polícia Saverio Sarubbi, da Delegacia de Polícia de Balneário Piçarras.

O corpo será sepultado em Major Vieira neste sábado (08). Nossos sentimentos aos familiares, amigos e colegas e o agradecimento pela dedicação e o serviço prestado à Instituição.

Francisco Pericles Pazda PC

POLICIA CIVIL COLETE TRÁS

A Polícia Civil solucionou o homicídio de um adolescente de 17 anos ocorrido na madrugada de quinta-feira (06), em Lontras. A vítima foi morta por golpes de facão, por volta das 03h30min, em sua residência, no bairro Riachuelo.

Os policiais civis diligenciaram na região em busca de informações que apontassem para a autoria do crime, que teria como motivação uma discussão por questões relacionadas ao tráfico e ao uso de drogas envolvendo a vítima e o autor.

Após investigação, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do investigado, a qual teve o parecer favorável do Ministério Público e foi deferida pelo Judiciário.

A prisão ocorreu no começo da noite desta sexta-feira (07) e o suspeito de 28 anos confessou o crime aos policiais. Os trabalhos estão sendo coordenados pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Rio do Sul, com a participação da Delegacia de Polícia do Município de Lontras.

 tubarao

A Polícia Civil apreendeu na tarde desta sexta-feira (07) 440 Kg de carnes impróprias para o consumo em um mercado em Tubarão, Sul do Estado. Foi em ação da Delegacia de Delitos de Trânsito e de Crimes Ambientais (DTCA) de Tubarão.

Policiais civis coletaram informações que noticiavam que em um supermercado estavam sendo comercializadas carnes impróprias ao consumo. Com o apoio da Vigilância Sanitária, os policiais civis deflagraram uma operação, que flagrou a conduta ilícita do estabelecimento comercial.

No local, os policiais e os funcionários da Vigilância Sanitária apreenderam grande quantidade de carnes de todos os tipos, as quais estavam impróprias ao consumo, o que configura o crime do art. 7, IX, da Lei 8.137/1990.

No local a vigilância sanitária também constatou os produtos impróprios e adotou as medidas administrativas. A proprietária do estabelecimento foi encaminhada à Delegacia de Polícia para a lavratura do auto de prisão em flagrante por crime contra a relação de consumo e depois ao Presídio Feminino de Tubarão.

WhatsApp Image 2021 05 07 at 18.52.57

WhatsApp Image 2021 05 07 at 18.37.11

A Polícia Civil deflagrou na tarde desta sexta-feira (07) uma operação para apurar a suspeita de fraudes em licitações na região do Planalto Norte catarinense. Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça em empresas de auto peças e oficinas mecânicas, em Mafra.

Foram presos três homens por posse irregular de arma de fogo de uso permitido. Foi arbitrada fiança no valor de R$10 mil para cada conduzido. O foco da investigação é a participação de empresas em pregões públicos para o fornecimento de peças automotivas e serviços mecânicos para as prefeituras da região.

As diligências investigatórias, que contaram com o apoio da Prefeitura Municipal de Mafra, revelaram que, na prestação destes serviços e no fornecimento de peças para a manutenção da frota de veículos municipais, inúmeras notas fiscais eram fraudadas com informações ideologicamente falsas. Ou seja, havia simulações de venda de peças, que na verdade nunca foram instaladas nos veículos. O mesmo ocorria com relação ao valor das horas de trabalho prestadas.

As suspeitas das possíveis fraudes envolveriam ex-funcionários públicos. Em razão disso, podem ter ocorrido, em tese, os crimes de peculato; corrupção ativa e passiva e falsidade ideológica. Durante as investigações foram recuperadas baterias e lubrificantes desviados da Prefeitura Municipal de Mafra. As investigações prosseguem sob o comando da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Mafra.

WhatsApp Image 2021 05 07 at 18.37.10