Conecte-se

FacebookTwitterInstagram

 WhatsApp Image 2020 08 06 at 09.39.36

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão na Operação Carga Geral – Fase 2. Foi na terça-feira (04), em Itapema, Navegantes, Balneário Camboriú e Joinville. Duas pessoas foram presas.

Em Balneário Camboriú foi preso preventivamente um homem de 59 anos responsável por negociar cargas roubadas. Um outro homem que já estava preso em flagrante teve a prisão preventiva decretada.

Entre as cargas negociadas, o investigado estava negociando uma carga de alumínio roubada no dia 31/07/2020 em Itajaí. A carga está avaliada em R$ 500 mil.

A primeira fase da Operação Carga Geral havia sido deflagrada dia 02/07/2020. Com o análise dos documentos apreendidos foi possível identificar outros integrantes do grupo criminoso.

Segundo o delegado Osnei Valdir de Oliveira, há outros mandados de prisão expedidos e os indiciados estão foragidos, mas as diligências prosseguem para realizar a captura.

A Polícia Civil conta com a colaboração da sociedade. Denúncias e informações relacionadas a roubo de cargas podem ser encaminhadas para o e-mail roubosdecargas-deic@pc.sc.gov.br ou no telefone (48) 3665-9500, bem como pelo aplicativo WhatsApp (48) 98844-0011 ou disque-denúncia 181 da Polícia Civil, sendo garantido o anonimato.

cargas

 WhatsApp Image 2020 08 05 at 20.07.38

A Polícia Civil prendeu autores de um latrocínio tentado em uma operação nesta quarta-feira (05), em Três Barras e Jaraguá do Sul. A ação é da Divisão de Investigação Criminal de Jaraguá do Sul (DIC), com o apoio da DIC de Canoinhas. Três pessoas foram presas. O crime foi contra um casal de idosos na localidade do Garibaldi, zona rural de Jaraguá do Sul, no dia 4 de julho.

Pela manhã, foram cumpridos mandados de prisão temporária e de busca e apreensão domiciliar contra dois dos autores, em Três Barras, na casa dos investigados.

Durante as buscas foi encontrado um dos aparelhos celulares roubados das vítimas no dia do crime. Um veículo usado na execução do delito, um FIAT/IDEA, foi apreendido e será periciado. Os autores confessaram o crime.

A partir da prisão deles, foi possível prender o terceiro e principal autor do crime, morador de Jaraguá do Sul. Após as prisões em Três Barras, foi representada na tarde desta quarta-feira pela prisão temporária do terceiro autor, decretada pela Justiça e cumprida no começo da noite em uma quitinete no bairro Tifa Martins, em Jaraguá do Sul.

Com as prisões, o inquérito será enviado ao Judiciário em 30 dias. Conforme o delegado Diones Pavoni de Freitas, as investigações demonstraram que os três autores presos nesta quarta-feira possuem grau de parentesco entre si, sendo um tio e dois sobrinhos. "O tio e um dos sobrinhos residem em Três Barras, e o segundo sobrinho reside em Jaraguá do Sul, e foi justamente este quem planejou o crime, visto que trabalhava em propriedade vizinha a das vítimas, e chegou a frequentar a casa destas. Portanto, sabia que ali residia um casal de idosos", afirmou o delegado.

"Assim, por conhecer a localidade, assim como a residência e a condição vulnerável das vítimas e, principalmente, na convicção que encontrariam uma quantia expressiva de dinheiro na casa, decidiu orquestrar o crime e para tanto contou com o apoio de seu primo e tio que residem em Três Barras", acrescentou o delegado.

A Polícia Civil contou com a atuação eficiente e cooperativa também do Instituto Geral de Perícias (IGP) de Jaraguá do Sul e do Núcleo de Inteligência da Polícia Rodoviária Federal da superintendência da PRF no Paraná durante as investigações.

WhatsApp Image 2020 08 05 at 20.07.37

xax

A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Fronteira da Comarca de Xaxim (DPCO-FRON/XAXIM), desencadeou a operação “MBOKA”, cumpriu 14 ordens judiciais e apreendeu armas de fogo. Foi no início da tarde desta quarta-feira (05), nos municípios de Xaxim, Entre Rios, Cordilheira Alta e Faxinal dos Guedes.

A ação contou com o apoio de policiais civis de Lajeado Grande, Marema, Entre Rios, Faxinal dos Guedes e de Ponte Serrada.
O nome da operação tem origem da língua Tupi Guarani, o qual significa “arma de fogo”.

Durante as buscas foram apreendidas cinco espingardas de diversos calibres, uma pistola calibre 9 mm e diversas munições. De posse da pistola foi preso em flagrante um homem de 50 anos, no Bairro Guarani, em Xaxim.

Os demais investigados não estavam nas respectivas residências, motivo pelo qual serão intimados para prestar esclarecimentos. As armas foram apreendidas no inquérito policial já em andamento.

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Civil de Xaxim continua trabalhando para a manutenção da lei e da ordem, preservando o estado democrático de direito.

Desde o início da pandemia a Polícia Civil de Xaxim já cumpriu 38 mandados judiciais de busca e apreensões domiciliares, oriundos de representações realizadas pelas autoridades policiais.

xaxim

78ead761 4a94 40bb 8f1a cecf88ed4663

Começou nesta quarta-feira (05) a testagem de cerca de 350 policiais civis das delegacias de Florianópolis. A ação acontece em uma sala do Mercado Público, em grupos previamente agendados a fim de evitar aglomerações. Estão previstos dois dias de testes. A iniciativa faz parte de uma ação da Polícia Civil, por meio da Diretoria de Polícia da Grande Florianópolis, do Movimento Floripa Sustentável, que forneceu os exames do tipo PCR, e da Prefeitura de Florianópolis. Há ainda o apoio da Associação dos Delegados de Polícia de SC (Adepol/SC).

Segundo divulgou a Prefeitura de Florianópolis, o objetivo é identificar possíveis casos positivos para a doença que estejam assintomáticos. Com essa descoberta antecipada aos primeiros sintomas, o combate à pandemia passa a ser ainda mais efetivo, já que a doença pode ser identificada ainda no estágio inicial, evitando novas transmissões. A Prefeitura informou ainda que a testagem incluiu a partir desta quarta-feira a testagem de mais 109 integrantes da Polícia Militar Rodoviária (PMRv). A ação acontece na quarta (05)e quinta-feira (06) no Mercado Público, das 8h às 12h, e das 13h às 17h.

Conforme a Prefeitura, os testes são fornecidos pela empresa de biotecnologia Neoprospecta e sua spin-off BiomeHub, a partir de doações do Movimento Floripa Sustentável, por meio do Fundo Empresarial para Reação Articulada de Santa Catarina Contra o Coronavírus (Fera-SC), e Vale S/A.

bomb

Na terça-feira (05), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Bombinhas, cumpriu mandado de busca e apreensão e recuperou bens que haviam sido furtados de residências no bairro Morrinhos, em Bombinhas.

A Polícia Civil já havia representado também pela prisão preventiva de um dos autores, que havia saído do Presídio em razão da COVID-19 e estava em prisão domiciliar. A prisão foi deferida pela justiça e ele foi preso no dia 23/07.

Além do autor identificado, também foi indiciada sua companheira que participou dos crimes, por furto qualificado e corrupção de menor, já que também usou sua filha adolescente para auxiliar no furto.

Caso reconheça algum dos bens recuperados, entre em contato com a Delegacia de Bombinhas.

OBJETOS: 01 Balde de gelo metálico; 01 Litro de GIN BOMBAY; 01 Conjunto de Xícaras café com pires e suporte; 15 Copos pequenos (vidro e metálico de recordações); 01 Lanterna para bicicleta; 01 Saia para cama Cisomax; 01 Aspirador Mondial 1500W mais acessórios; 01 Coberto casal com estampa lilás, 01 Cobertor estampado vermelho/marron; 01 Manta microfibra com estampa florida; 01 Edredon Casal com estampa branco/cinza; 01 Cobertor Microfibra marrom; 01 Cobertor Microfibra branco e 01 Revisteira Metálica.

bomb2