Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

Viatura sirene noite

Na tarde de quinta-feira (18), policiais civis do Setor de Investigações e Capturas da Delegacia de Polícia de Gaspar, em conjunto com policiais civis da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil, localizaram em Gaspar, no Vale do Itajaí, um foragido da Justiça do Estado do Pará. Ele tinha prisão preventiva decretada.

O preso, de 24 anos, era procurado pela Justiça do Pará por estupro de vulnerável contra uma criança de sete anos, na cidade de Marituba, no Pará.

O homem estava foragido desde o dia 20/11/2020 e foi localizado em sua residência, no bairro Barracão. O preso foi encaminhado ao Presídio Regional de Blumenau e ficou à disposição da Justiça.

WhatsApp Image 2021 11 18 at 23.38.27

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Palmitos, autuou em flagrante uma mulher de 41 anos pela prática do crime de ocultação de cadáver na tarde de quinta-feira (18), em Palmitos, no Oeste de Santa Catarina.

Os elementos indicam que o cadáver é de um homem que estava desaparecido desde 06/09/2019. O local do corpo foi indicado à Polícia pelo atual companheiro da suspeita, para quem ela teria confidenciado o assassinato, após briga entre o casal, na roça do terreno da mulher localizado em área rural do município.

Junto à ossada foram encontradas partes da motocicleta da vítima e alguns outros objetos identificados por familiares. As demais circunstâncias do homicídio seguem sob investigação pela Polícia Civil.

motopalmitos

viatura7

Na quarta-feira (17), um homem foi preso por divulgação de cena de estupro de vulnerável, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. O mandado de prisão preventiva foi resultado da investigação realizada pela Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Florianópolis.

O crime está previsto no artigo 218-C do Código Penal e o homem preso já era investigado pela prática de delito da mesma natureza em outro processo. Ele teria repassado a terceiro, através de aplicativo de mensagem, vídeos e imagens da prática de estupro de vulnerável.

A investigação contou com o apoio do Centro Integrado de Operações de Fronteira da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC) da PCSC e da Brigada Militar do RS.

f82feeef e5f3 4814 b71c d9a02ee94c36

Na tarde desta quinta-feira (18), a Delegacia Geral da Polícia Civil recebeu em audiência, em sua sede, em Florianópolis, o deputado estadual Bruno Souza e o vereador de São José, na Grande Florianópolis, Cryslan Jorjan de Moraes.

Eles se reuniram com o delegado-geral, Marcos Flávio Ghizoni Júnior. O tema abordado na reunião foi a segurança pública em São José, principalmente nos bairros Campinas e Kobrasol, e as ações da Polícia Civil relacionadas ao enfrentamento da criminalidade.

O delegado-geral pontuou o planejamento de trabalho realizado junto à Diretoria de Polícia da Grande Florianópolis (DPGF/PCSC) e à Delegacia Regional de Polícia de São José, as ações integradas com os municípios da Grande Florianópolis e as operações que estão sendo feitas e serão intensificadas. Também participaram do encontro assessores do deputado e do vereador.

7578a680 bc8b 431c 9060 c0099cab04b2

 36609c23 3d46 41f9 89ac fd09c93fdd9a

A Polícia Civil cumpriu na manhã desta quinta-feira (18) quatro mandados de busca e apreensão e prendeu cinco pessoas em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico, em Lages. A ação foi da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC). Na operação foram mobilizados 20 policiais civis. Houve o apoio das Delegacias de Polícia da área de Lages, DPCAMI/PCSC e Central de Polícia, além do Núcleo de Operações com Cães (NOC/PCSC) de Xanxerê.

Ao todo foram presas cinco pessoas, sendo três delas da mesma família. A investigação teve início após denúncias anônimas de que um grupo estava praticando tráfico de drogas na rua Sargento Dias, no bairro Guarujá. Os policiais civis iniciaram as diligências para confirmar as informações e identificar os envolvidos. Depois de monitorar o local e comprovar a veracidade da denúncia, foi representado ao Poder Judiciário pela expedição de mandados de busca e apreensão nas residências dos alvos.

Nas buscas, os policiais civis localizaram nas residências cerca de 400g de maconha, buchas de cocaína, balança de precisão, além de munições de revólver 32 S&W. Também foram apreendidos os celulares dos investigados, que serão encaminhados para perícia.

Todos os presos foram conduzidos para a DIC/PCSC, onde foram interrogados e autuados pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte de munição de uso permitido. Na sequência, foram encaminhados ao sistema penitenciário, onde ficarão à disposição da Justiça.