Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

feno

Policiais civis recuperaram uma carga de feno que havia sido desviada, no Oeste.

O Centro Estadual de Apoio Operacional de Combate aos Crimes Contra o Agronegócio (CAOAGRO/PCSC) da Polícia Civil encaminhou para a Delegacia de Polícia da Comarca da Fronteira de Xanxerê para apurar uma denúncia recebida na semana passada de que uma carga de 22 fardos de feno, avaliada em R$ 6.500,00, havia sido desviada através do crime de estelionato.

Os policiais civis iniciaram as diligências e, com apoio de policiais da Operação Hórus e da Divisão de Investigação Criminal de Xanxerê (DIC-FRON/PCSC), recuperaram a carga na tarde de sexta-feira (06) no interior de Lajeado Grande.

A carga desviada havia sido comprada por valor abaixo do valor de mercado, motivo pelo qual o suspeito poderá responder pelo crime de receptação.

 WhatsApp Image 2022 05 08 at 20.19.02

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Joinville e da 2ª Delegacia Regional de Polícia, realizou uma operação na tarde de domingo (08) em um desmanche ilegal de veículos automotores, no bairro Jarivatuba, em Joinville. Houve prisão em flagrante.

Foram recuperadas uma Toyota/Hilux SW4 com registro de furto em Itajai, além de peças de outros dois veículos roubados. O local já vinha sendo investigado pelos policiais civis da DIC/PCSC de Joinville.

Um homem com ficha criminal foi preso em flagrante. Com ele, a Polícia Civil apreendeu documentos que demonstram que estaria extorquindo as vítimas dos veículos roubados e, em razão disso, foi autuado por receptação qualificada e extorsão.

Após os trabalhos de polícia judiciária, o homem foi encaminhado ao Presídio Regional de Joinville.

WhatsApp Image 2022 05 08 at 20.19.03

WhatsApp Image 2022 05 08 at 20.19.03 1

 

 WhatsApp Image 2022 05 07 at 18.42.36

Em ação na tarde deste sábado (07), a Polícia Civil de Santa Catarina capturou o homem procurado pela morte do cabo da Polícia Militar Rodoviária Alexandre Maciel, 40 anos, ocorrida na noite do dia 24 de abril, em Massaranduba.

A prisão ocorreu em Blumenau pela equipe de policiais civis da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) da Polícia Civil de Blumenau.

De acordo com o delegado de polícia que coordendou a ação, Rodrigo Raitez, a Polícia Civil chegou ao paradeiro do homem por meio de trabalho de inteligência e conseguiu identificar o local em que ele estaria escondido há alguns dias. Então, foi montada uma operação na tarde deste sábado. Por volta das 17h15min, a Polícia Civil cercou o local, com o apoio da Polícia Militar, um imóvel na rua João Pessoa, no bairro da Velha.

Rendição e drogas no imóvel

O fugitivo foi preso em um quarto e logo se entregou. Ele não estava armado. Uma mulher também estava no imóvel e é suspeita de dar guarida a ele. Segundo o delegado Raitez, havia drogas no local (cocaína e ecstasy), em pequena porção, e o homem será autuado em flagrante por tráfico de drogas. Ele já tinha prisão decretada e estava foragido da Justiça. Depois de ser ouvido e autuado pela Polícia Civil, nesta noite, será encaminhado ao Presídio Regional de Blumenau. A mulher também será autuada por tráfico de drogas, conforme o delegado.

Atropelamento

O policial militar Alexandre Maciel estava de serviço quando foi atropelado na SC-108, por volta das 19h do dia 24 de abril, no Km 50 da rodovia, em Massaranduba, em atendimento de ocorrência policial. O veículo que o atingiu era dirigido pelo homem preso neste sábado, que desde então havia fugido e era procurado pela morte.

WhatsApp Image 2022 05 07 at 18.02.38

viaturas 1

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC) de Joinville, cumpriu dois mandados de prisão preventiva contra suspeitos de envolvimento em crimes sexuais contra adolescentes. As prisões ocorreram na sexta-feira (06), em Joinville.

Em Pirabeiraba, na estrada da Ilha, foi preso preventivamente um suspeito de estupro de vulnerável. O homem teria abusado da enteada em diversas situações, inclusive, teria mantido relações sexuais com ela.

O mandado de prisão preventiva foi cumprido e o suspeito encaminhado à Delegacia de Polícia para interrogatório, oportunidade em que negou o crime. Após as providências legais, ele foi encaminhado ao presídio.

Também foi cumprido um mandado de prisão contra uma mulher, mãe de uma vítima e avó de outra vítima de estupro de vulnerável. De acordo com as investigações, a investigada acobertava o autor dos abusos e coagia às vítimas para não denunciarem.

O suspeito dos abusos já havia sido preso em abril de 2022. A prisão foi efetuada no bairro Bucarein. A suspeita foi encaminhado ao sistema prisional de Joinville, onde permanecerá à disposição da Justiça.

 banner4

Na sexta-feira (06), policiais civis da Delegacia de Polícia da Comarca de Tijucas cumpriram um mandado de prisão contra uma mulher suspeita de golpes em Tijucas.

As vítimas eram principalmente idosos. A investigação começou a partir de um boletim de ocorrência registrado em fevereiro, de que uma mulher, se aproveitando da sua condição de agente comunitária de saúde, teria visitado a casa da vítima, solicitado informações e fotos para uma suposta atualização de dados da secretaria de saúde do município e a expedição de nova carteirinha do SUS.

A suspeita então teria realizado abertura de contas e contratado empréstimos consignados em nome da vítima. A Polícia Civil instaurou inquérito policial. Mais quatro pessoas foram à Delegacia de Polícia e relataram que também tinham sido vítimas da mesma suspeita.

A investigação ainda está em andamento. Há suspeita que ela teria obtido vantagem financeira em prejuízo das vítimas de R$ 135 mil. Além do pedido de prisão preventiva, foi representado ao Judiciário pelo afastamento da suspeita do cargo público, o que foi deferido pelo juiz da Vara Criminal de Tijucas.