Polícia Civil de Santa Catarina

Em Saltinho, Polícia Civil prende homem suspeito de ser autor das quatro mortes em Campo Erê

No início desta segunda-feira (23), a Polícia Civil de Santa Catarina deu cumprimento a um mandado de prisão temporária expedido contra o homem investigado de ter sido o autor dos disparos de arma de fogo que ocasionaram a morte de quatro pessoas no último sábado (21), no interior do município de Campo Erê.

Em interrogatório prestado à Polícia Civil, o homem confessou a autoria dos crimes e disse que, desde a data dos fatos, estava escondido em uma mata, sendo que, na madrugada de hoje (23), foi até sua residência, na fazenda onde trabalhava, na Linha Scopel, no interior do município de Saltinho.
Chegando lá, ele teria solicitado ao seu patrão para que o acompanhasse até o Grupamento da Polícia Militar, no Centro da cidade. Lá foi dado cumprimento ao mandado de prisão, cuja representação já havia sido feita pela Polícia Civil nas horas seguintes aos fatos.

O homem preso apresentou a arma de fogo (uma espingarda, calibre 12 GA) que, segundo ele, teria sido a utilizada para o cometimento dos crimes, além de sete munições do mesmo calibre. 

Ainda no interrogatório, o homem alegou que a motivação para o crime teria sido de cunho familiar, que antes de efetuar os disparos teria sido atacado por uma das pessoas e que teria agido em legítima defesa própria. Ao final, manifestou arrependimento.

A prisão provisória é temporária e, por se tratar de crime hediondo, terá o prazo de 30 dias, prorrogáveis por igual período em caso de extrema e comprovada necessidade, bem como, ainda, podendo ser decretada a prisão preventiva.

Após interrogado, o homem foi encaminhado para a Unidade Prisional Avançada (UPA) de São José do Cedro. As investigações prosseguem por meio da Delegacia de Polícia de Fronteira de Campo Erê visando o total esclarecimento dos fatos.

Prisão do irmão do suspeito de ser o autor do crime
A Polícia Civil já havia prendido o irmão do homem suspeito pela autoria do crime, que é investigado pela coautoria dos fatos junto a seu irmão.

Entenda o caso
Na noite do sábado (21), a Polícia Civil foi acionada para atendimento de uma ocorrência em que quatro pessoas haviam sido baleadas e mortas na Linha 12 de novembro, no interior do município de Campo Erê, sendo três mulheres e um homem. Os fatos ocorreram por volta das 21h00. Além das quatro mortes sobreditas, a Polícia Civil investiga ainda, fruto desse mesmo episódio, a ocorrência de outras cinco tentativas de homicídio de duas mulheres e de três homens.

O delegado José Danezi Neto, da Delegacia de Polícia de Fronteira de Campo Erê, fala sobre o caso.

Compartilhe nas mídias sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Skip to content