Polícia Civil de Santa Catarina

Polícia Civil prende homem investigado por tortura, feminicídio tentado e cárcere privado em São Lourenço

 

Nesta quarta-feira, (25), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio das Delegacias de Polícia de Ascurra, Timbó e de São Lourenço do Oeste, deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido em desfavor de um homem pelo cometimento dos crimes de tortura, feminicídio tentado e cárcere privado. Os crimes teriam sido praticados contra a companheira do homem, no bairro Diamante, na cidade de Rodeio.

A investigação iniciou após a vítima dar entrada a um hospital na cidade de Timbó com múltiplas lesões graves por todo o corpo no dia 20 de janeiro de 2023. Na oportunidade, o primeiro atendimento foi prestado pela Polícia Civil da Comarca de Timbó e pelo delegado da Central de Plantão da Comarca de Blumenau.

Durante as diligências, foi possível constatar que a vítima possuía lesões extensas por todo o corpo. A mulher informou que vinha sendo mantida em cárcere privado por aproximadamente três meses e que era torturada de forma continuada por seu companheiro. Em razão das torturas, a vítima possuía grande corte na cabeça, além de apresentar as costelas e uma das pernas quebradas.

Com base no apurado, foi representado ao Poder Judiciário pela prisão preventiva do investigado, sendo o pleito referendado pelo Ministério Público. A prisão foi decretada pelos crimes previstos nos artigos 121 §2º, IV e VI, c.c. art. 14, II, art. 147, art. 148, todos do Código Penal; e 1º, II e §4º, III, da Lei 9455/97.

Desde terça-feira (24), quando as medidas foram deferidas pelo Poder Judiciário, foram empreendidas diversas diligências com a finalidade de cumprir o mandado de prisão, todavia, foi constatado que o investigado havia fugido para o Oeste Catarinense. 

Em continuidade às investigações, o suspeito foi localizado pela equipe na cidade de São Lourenço do Oeste, com o suporte das Delegacias da Comarca e Divisão de Investigação Criminal, quando tentava fugir de uma ação policial da Delegacia de Polícia de Ascurra.

O preso será encaminhado ao Sistema Penitenciário catarinense e segue à disposição do Poder Judiciário. 

 

Compartilhe nas mídias sociais:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Skip to content