Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

banner3

Dois homens, de 28 anos e 21 anos, investigados por um homicídio em Criciúma, no Sul do Estado, se apresentaram à Polícia Civil nesta segunda-feira (25). Eles tiveram a prisão temporária decretada pela Justiça em investigação da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC).

Os dois compareceram à DIC/PCSC. O crime ocorreu na noite de 18/09/2021, quando um homem foi morto com golpes de faca e pedradas, no bairro Rio Bonito. As investigações realizadas pela DHPP - Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa da DIC/PCSC esclareceram que o homicídio foi praticado pelos irmãos, em decorrência de discussão familiar envolvendo a guarda de uma sobrinha dos autores, que era enteada da vítima.

Em razão das provas, o Juízo da 1ª Vara Criminal de Criciúma decretou a prisão temporária dos investigados, cujo paradeiro era desconhecido desde a noite dos fatos. Os dois se apresentaram com advogado, com a mãe e irmã (esposa da vítima), que presenciaram o ocorrido e também estavam em local incerto desde a data do homicídio.

Os dois presos confessaram terem desferido as facadas e pedradas que resultaram na morte da vítima, alegando terem agido por medo de sofrerem represália da vítima, que durante a briga teria os ameaçados de morte. Os presos foram encaminhados ao presídio e ao final do inquérito policial será representado pela conversão de suas prisões temporárias de 30 dias em prisão preventiva.

a6d034e5 286b 4d2a b7f0 f6806d021c09

Na manhã da sexta-feira (22), a Polícia Civil de Santa Catarina foi homenageada pela Câmara Municipal de Vereadores de Criciúma pelos serviços prestados em missões aeromédicas em toda região Sul do Estado.

Desde a sua implantação, que ocorreu em dezembro de 2020, os integrantes do Serviço Aeropolicial Sul (SAER/PCSC) e do Serviço Aeromédico do Sul (SARASUL) já realizaram 160 missões aeromédicas de alta complexidade.

Os integrantes do SAER e SARASUL receberam a Moção de Aplauso do presidente da Câmara de Vereadores, Arleu da Silveira, que esteve no hangar do SAER/SARASUL.

 viatura cima

A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Cocal do Sul, desencadeou na manhã desta quinta-feira (14) uma operação em Cocal do Sul, no Sul do Estado, em combate ao crime de tráfico de drogas. Duas pessoas foram presas.

Foram cumpridos 04 mandados de busca e apreensão nos bairros São João e Linha Tigre, em endereços de investigados pelo narcotráfico. Foi preso temporariamente um investigado de 46 anos, que já havia sido condenado por tráfico, tendo cumprido pena. Depois de sua saída, voltou a traficar drogas. Ele foi autuado em flagrante na Linha Tigre na posse de drogas.

Outro preso foi um homem de 21 anos, autuado em flagrante no Bairro São João por tráfico de drogas. Ele estava na posse de drogas, munição calibre 9mm e celulares.

Participaram da operação o Núcleo do NOC/K9 da Polícia Civil de Criciúma, o Saer Sul da PCSC e policiais civis de Cocal do Sul, Urussanga, Morro da Fumaça, Orleans e Lauro Muller.

1b05d1c8 09aa 49ef b29f ec4f7421b8d7

Na terça-feira (12), dia das Crianças, a Polícia Civil de Santa Catarina participou do evento "Criança no Parque", promovido pela administração do Parque das Nações Cincinato Naspolini, em Criciúma. Na oportunidade, as entidades participantes se posicionaram na área central do parque com suas viaturas, equipamentos e cães policiais e interagiram com os visitantes, em especial com as crianças e seus pais.

Os policiais civis repassaram informações sobre a estrutura da Polícia Civil e seus canais de comunicação (Disque denúncia, Delegacia Virtual, entre outros), bem como sobre a rotina e projetos juntos à Delegacia de Polícia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI/PCSC). Durante o evento, foi fomentada ainda a doação de sangue.

A Polícia Civil participou do evento por meio da Delegacia Regional de Polícia de Criciúma, do Núcleo de Operações com Cães da Polícia Civil, da DPCAMI da Criciúma e da 2ª Delegacia de Polícia de Criciúma.

38b15b6e bc64 422c 8a23 1346f80128ee

Viatura Sirene Dia

Na sexta-feira (8), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Orleans, deu cumprimento a um mandado de prisão, decretado por sentença definitiva, em razão da prática do crime de estupro de vulnerável.

O crime ocorreu em Orleans no ano de 2017. Segundo a investigação, a esposa do autor havia sido babá da vítima e, por isso, a criança frequentava a casa do agressor.

A mãe da vítima percebeu sinais de violência sexual na criança e procurou a polícia, que iniciou as investigações. Foi apurado, após perícia, que o autor praticou atos libidinosos contra a criança.

O preso foi conduzido ao Presídio Santa Augusta, em Criciúma, e permanece à disposição da Justiça.