Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

Viatura Sirene Dia

Na quinta-feira (14), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Lages, cumpriu mandados de prisão temporária e de busca e apreensão de um homem investigado por crime de homicídio tentado.

A investigação iniciou em julho, após duas pessoas serem baleadas em uma festa no bairro Conta Dinheiro. As vítimas estavam em um veículo e foram a uma festa em uma residência. No local, foram recebidas com disparos de arma de fogo por um dos participantes.

O atirador foi identificado e representado pela prisão temporária e expedição de mandado de busca e apreensão para tentar localizar a arma do crime. Durante as buscas foram encontradas as roupas usadas pelo investigado no dia do crime. A arma não foi localizada.

O investigado foi preso e interrogado. Ele acabou confessando a prática do crime, mas alegou que estava sendo ameaçado de morte. As investigações prosseguem com a análise do material recolhido e o inquérito policial deve ser concluído nos próximos 30 dias.

Depois de formalizado os procedimentos legais, o investigado foi encaminhado ao sistema penitenciário, onde ficará à disposição da Justiça.

viatura5

Nesta sexta-feira (08), a Polícia Civil de Santa Catarina cumpriu quatro mandados de busca em residência e dois mandados de prisão temporária contra dois homens, de 18 anos e 26 anos, investigados por tentativa de homicídio com emprego de arma de fogo, ocorrida no dia 25 de setembro, em Lages.

Além disso, a Polícia Civil apreendeu drogas (maconha e cocaína), munição e outros elementos de convicção. A operação foi da 2ª Delegacia de Polícia da Comarca de Lages e contou com o apoio da Equipe da Divisão de Investigação Criminal de Lages e do Núcleo de Operação com Cães.

As diligências investigativas prosseguem e, no prazo legal de trinta dias, o Inquérito Policial será remetido ao Poder Judiciário.

viatura5

A Polícia Civil cumpriu na manhã de segunda-feira (04) um mandado de prisão temporária e cinco mandados de busca e apreensão de um homem investigado pelo homicídio de um homem, em Lages, na Serra.

A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Lages, com o apoio do Núcleo de Operações com Cães (NOC/PCSC), DPCAMI/PCSC, 1a, 2a e 3a Delegacias de Polícia de Lages e da Delegacia de Comarca de Correia Pinto.

A investigação apura o envolvimento do investigado na morte de um homem, a qual fora motivada por um desacordo referente a um moletom. O investigado armou uma emboscada e levou a vítima até um terreno baldio localizado na rua Rua Fortunato Muniz, bairro Santa Cândida, quando lá sacou uma arma de fogo e efetuou dois disparos contra a vítima.

Após o crime, o investigado fugiu de Lages, se escondendo na casa de parentes e amigos, inclusive em outros municípios. Participaram da operação 22 policiais, que cumpriram os mandados. Foram apreendidos celulares, enviados ao Instituto Geral de Perícias (IGP).

O investigado foi encaminhado para a Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) e, durante interrogatório, confessou a prática do crime. As investigações prosseguem com a análise do material recolhido e o inquérito policial deve ser concluído nas próximas semanas.

Depois dos procedimentos legais, o investigado foi encaminhado ao sistema penitenciário, onde ficará à disposição da Justiça.

COLETE TRÁS

Nesta sexta-feira (1), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da 2ª Delegacia de Polícia da Comarca de Lages, realizou a prisão de um homem de 35 anos por furto, no bairro Dom Daniel, em Lages. A prisão foi resultante de provas colhidas pela Polícia Civil, que encontrou peças automotivas de um veículo, subtraído no mês de julho deste ano, no bairro Tributo, em Lages.

O preso foi encaminhado ao Presídio Regional de Lages, onde permanecerá à disposição da Justiça.

67f41b12 91ca 4ba4 b166 0c54e820676f

Na quarta-feira (29), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Lages, efetuou a apreensão de uma adolescente que vendia produtos furtados e roubados, por meio de uma página de rede social, em Lages.

As investigações iniciaram uma semana antes, quando os policiais civis recuperaram um veículo furtado. No furto, objetos foram subtraídos do interior do veículo, como alto-falantes e ferramentas do proprietário do carro.

No início da tarde, a vítima procurou os policiais para informar que havia reconhecido uma de suas ferramentas furtadas anunciada em uma pagina em uma rede social.

Os policiais conseguiram identificar a responsável pela página. Em seguida, marcaram um local para negociar a compra do equipamento. No local, após a vítima reconhecer a ferramenta, foi constatado que a vendedora, responsável pela página tem 17 anos. A adolescente foi conduzida para a Delegacia de Polícia e sua responsável legal foi contatada.

A adolescente foi autuada por receptação qualificada e entregue à responsável legal sob compromisso de comparecer em juízo para responder pelo delito. A ferramenta, objeto do furto, foi devolvida para a vítima.