Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 WhatsApp Image 2021 11 26 at 18.22.53

A Polícia Civil de Tubarão, por meio da Delegacia de Delitos de Trânsito, Crimes Ambientais e Relações de Consumo, em conjunto com o Procon de Tubarão e o Setor Estadual do IMETRO/SC, realizou uma operação conjunta de fiscalização do comércio e armazenamento de botijões de gás.

A operação ocorreu na tarde desta sexta-feira (26) e foram fiscalizados comércios locais. A operação tinha como objetivo fiscalizar e identificar a venda irregular do GLP, conhecido como gás de cozinha.

Com essas fiscalizações, busca-se assegurar que os consumidores estão adquirindo botijões de gás dentro das condições e parâmetros legais. Garantindo-se, assim, o direito do consumidor na aquisição do gás de cozinha seguro e verificado.

Todos os estabelecimentos comerciais fiscalizados estavam em situação regular. O delegado de polícia Rubem Teston, responsável pela DDTCA, esclarece a importância do consumidor adquirir o GLP (gás liquefeito de petróleo) apenas de revendedores autorizados, pois somente assim é possível ajudar na segurança e impedir que vendedores clandestinos coloquem em risco a vida e a integridade alheia.

Colabore com a Polícia Civil de Santa Catarina através do disque-denúncia 181 ou do WhatsApp (48) 98844-0011.

WhatsApp Image 2021 11 25 at 18.33.51

Na quarta-feira (24), a Polícia Civil de Santa Catarina, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Tubarão, cumpriu três mandados de busca e apreensão nas cidades de Palhoça, São José e Florianópolis. A ação contou com o apoio da DIC de Palhoça, da DIC de São José, da Delegacia do Continente e da Polícia Militar.

As investigações são relativas a dois furtos ocorridos em Tubarão, um no mês de setembro e outro no mês de outubro, em que os suspeitos utilizaram um bloqueador de fechamento veicular ("chapolin") para terem acesso ao interior do carro das vítimas. Uma das vítimas sofreu um prejuízo de aproximadamente R$ 750 mil.

Após investigação, a Polícia Civil identificou os possíveis autores dos furtos e representou pela prisão preventiva dos investigados e pela busca e apreensão em três endereços.

Nesta quarta-feira (24), durante as buscas na casa de um dos investigados a Polícia Civil apreendeu expressiva quantidade de cigarro contrabandeado e um dos veículos utilizados nos furtos ocorridos em Tubarão. Os investigados não estavam em casa e encontram-se foragidos.

banner3

A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Delegacia de Polícia de Rio Fortuna, com o apoio da Delegacia de Polícia de Santa Rosa de Lima e Braço do Norte, cumpriu um mandado de prisão preventiva deferido pelo juízo da Comarca de Braço do Norte contra um homem de 42 anos.

A ex-namorada do homem preso solicitou medidas protetivas, as quais impediam que ele se aproximasse da vítima. Após ser intimado do deferimento das medidas protetivas, o suspeito, por reiteradas vezes descumpriu a ordem judicial. Diante de tal situação, o Delegado de Polícia representou por prisão preventiva dele, a qual foi cumprida na tarde desta sexta-feira (19). A prisão foi realizada em Santa Rosa de Lima.

O descumprimento de medidas protetivas é crime previsto na Lei 11.340/2006, Artigo 24-A, com pena prevista de 3 meses a 2 anos de detenção. O homem foi encaminhado para o presídio de Tubarão, onde permanecerá a disposição da Justiça.

WhatsApp Image 2021 11 16 at 19.06.08

Nesta terça-feira (16), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia de Braço do Norte, deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem de 34 anos, suspeito de ter cometido tentativa de homicídio em frente a um supermercado na noite do último dia 10, em Braço do Norte.

O autor da tentativa desferiu um golpe de faca e, na sequência, fugiu com o carro da vítima. Dentro do veículo estava a filha da vítima, de três anos. Poucos metros à frente, o homem se envolveu em um acidente de trânsito e abandonou o carro. A criança não sofreu ferimentos.

O homem, vítima do golpe de faca, foi atendido pelo SAMU e encaminhado ao Hospital de Braço do Norte. Segundo a investigação, a motivação teria sido ciúmes, já que no momento da agressão a ex-namorada do autor estava dentro do carro da vítima. Também se apurou que a mulher vinha sendo ameaçada pelo homem após o término da relação, que teria durado dois meses.

Além disso, no momento do cumprimento da prisão referente à tentativa de homicídio, verificou-se que havia outro mandado de prisão em aberto em desfavor da mesma pessoa, tratava-se de prisão cível, por falta de pagamento de alimentos.

O preso foi encaminhado para o presídio masculino de Tubarão, onde permanece à disposição da Justiça.

viaturas 1

A Polícia Civil concluiu inquérito policial e indiciou o proprietário de uma revenda de automóveis por crime contra a relação de consumo. De acordo com as investigações e após denúncia de uma consumidora, o dono da revenda localizada em Braço do Norte, Sul do Estado, é suspeito de alterar o hodômetro de um veículo ano 2018 de 117.000 quilômetros rodados para 56.000 quilômetros.

A consumidora procurou a Polícia Civil após comprar o veículo e dias depois de uso estranhou o desenvolvimento do automóvel. Também estranhou não ter sido entregue o manual de instruções e as etiquetas com as revisões que são feitas na concessionária, haja vista tratar-se de carro semi-novo.

As investigações apuraram que o veículo teria sido entregue pelo antigo proprietário, que fazia corridas por aplicativo, em uma concessionária, com quilometragem próximo de 117.000. Na oportunidade teria entregue o carro na troca por um carro zero km. A concessionária repassou o carro para loja de Braço do Norte com hodômetro marcando 117.000 km, conforme documentação apresentada.

A conduta de baixar a quilometragem do automóvel é realizada para valorizar o bem, no entanto, trata-se de crime contra relação de consumo, previsto na Lei 8.137/1990, artigo 7º, com pena prevista de 2 a 5 anos de detenção. Com a conclusão da investigação foi inserida uma restrição no veículo e será necessária a correção da quilometragem.