Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 WhatsApp Image 2022 06 24 at 21.08.01

Na tarde desta sexta-feira (24), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Treze de Maio, no Sul do Estado, deflagrou a operação “Comarca Fase 2” para o cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva em Treze de Maio.

O objetivo foi apurar crimes de tráfico de drogas, corrupção de menores e organização criminosa em Treze de Maio.

Além do cumprimento das ordens judiciais, totalizando a prisão de duas pessoas, sendo que uma delas foi presa em flagrante, foram apreendidos drogas e dinheiro.

A operação contou com a participação das Delegacias de Polícia de Jaguaruna e Sangão e dos Núcleos de Operações com Cães (NOC/PCSC) da Polícia Civil de Criciúma e Florianópolis.

 Viaturas 3

Uma ação conjunta da Polícia Civil, do Instituto do Meio Ambiente (IMA) e da Fundação do Meio Ambiente de Tubarão (FUNAT) cumpriu mandados de busca e apreensão durante uma fiscalização em um comércio de peças usadas em Tubarão, Sul do Estado. Três pessoas foram presas.

A operação ocorreu na tarde de terça-feira (21) e foram fiscalizados dois depósitos de uma mesma empresa, nos bairros Humaitá de Cima e Sertão dos Correas. Pela Polícia Civil, atuaram a Delegacia de Delitos de Trânsito, Crimes Ambientais e Crimes Contra o Consumidor e a Delegacia de Polícia da Comarca de Tubarão.

 A ação tinha como o objetivo fiscalizar e identificar o descarte irregular de resíduos sólidos. No local, foram encontradas várias peças de veículos, em sua maioria a céu aberto e depositadas em solo não impermeabilizado. Algumas peças como motor e caixa de câmbio tinham vazamento de óleo diretamente no solo, causando a sua contaminação e os locais não possuíam licença ambiental.

Com isso, os três sócios/proprietários da empresa foram autuados em flagrante como incursos nos crimes dos artigos 54 e 60, da Lei 9.605/1998, sendo soltos após o pagamento da fiança.

Com esta ação, busca-se proteger o meio ambiente, atenuando os impactos negativos do lançamento de poluentes no solo. Todos os estabelecimentos comerciais fiscalizados estavam em situação irregular.

WhatsApp Image 2022 06 21 at 21.21.56 1

WhatsApp Image 2022 06 21 at 21.21.55

WhatsApp Image 2022 06 14 at 18.32.31 1

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Tubarão, prendeu três homens suspeitos de terem assaltado uma casa noturna no bairro Dehon, em Tubarão. O crime aconteceu no dia 16 de fevereiro deste ano.

Na ocasião, três pessoas encapuzadas e com máscaras ingressaram armadas na casa noturna e ameaçaram funcionários e clientes com revólveres. Em seguida, subtraíram dinheiro do caixa, celulares e uma caminhonete.

Após investigação, a Polícia Civil representou pela prisão temporária em desfavor de um dos homens suspeitos de participar do crime. A prisão desse homem aconteceu no dia 3 de maio deste ano, com apoio da Polícia Militar.

No prazo regular do inquérito policial ainda foram levantadas outras provas periciais, que resultaram na representação por prisão preventiva de outros dois suspeitos e na conversão da prisão temporária do homem que já estava em prisão preventiva.

O cumprimento das prisões aconteceu na primeira semana de junho. Os presos permanecem à disposição da Justiça.

WhatsApp Image 2022 06 10 at 21.13.51

Policiais civis da DIC/PCSC de Tubarão prenderam um homem em flagrante por tráfico de drogas, em Tubarão, na sexta-feira (10).

A prisão se deu em cumprimento de mandado de busca na residência, no bairro Passo do Gado. No local foram apreendidos cerca de 900g de cocaína, duas balanças de precisão e rolo de plástico para embalar a droga.

Após os procedimentos, o homem foi encaminhado ao Presídio Regional de Tubarão.

WhatsApp Image 2022 06 07 at 19.01.31

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Tubarão, no Sul do Estado, elucidou um furto de 26 tablets de uma escola do município de Tubarão.

O fato ocorreu na madrugada do dia 24 de março deste ano, quando dois homens ingressaram na Escola Municipal de Ensino Básico Professor Cleto da Silva e subtraíram 26 tablets recém adquiridos para o uso dos alunos.

A equipe da DIC/PCSC empreendeu diligências para identificar os autores. Após diligências, a Polícia Civil identificou os dois suspeitos. Em continuidade às investigações, a DIC/PCSC identificou que uma mulher havia participado do furto e recebido dois tablets subtraídos. 

A Polícia Civil representou pela prisão preventiva dos suspeitos. A medida foi deferida pelo Juízo da 1a Vara Criminal da Comarca de Tubarão. De posse dos mandados, a DIC/PCSC, no início da tarde de terça-feira (07), capturou a mulher em Capivari de Baixo. Ela foi conduzida ao Presídio Feminino de Criciúma.

Os outros dois demais investigados estão presos por outros fatos investigados pela Polícia Civil. Contra eles também foi dado cumprimento ao mandado de prisão preventiva relativo a esse fato. As investigações prosseguem no intuito de recuperar os aparelhos subtraídos.