Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

 WhatsApp Image 2020 06 09 at 15.17.08

Nesta quarta-feira (24), uma ação conjunta autuou e fechou um estabelecimento por descumprimento das normas sanitárias em Chapecó.

Em atividade de monitoramento das redes sociais, a coordenação do GAECO de Chapecó observou a insatisfação de algumas pessoas em relação a um estabelecimento comercial, cujo proprietário, recentemente diagnosticado com coronavírus, continuaria exercendo normalmente suas atividades - sem nem mesmo usar máscara de proteção, expondo os funcionários e clientes ao risco de contaminação.

A informação foi repassada à Polícia Civil, por meio da Delegacia Regional de Polícia, que determinou a realização de diligências. Houve então a constatação do descumprimento das normas locais de prevenção à propagação do vírus.

A abordagem foi realizada com o apoio da Guarda Municipal e foi constatada a infecção do proprietário da oficina, que foi multado pela Vigilância Sanitária e teve o estabelecimento lacrado em razão do descumprimento de normas sanitárias estadual e municipal, pois não deveria estar funcionando.

A condução em flagrante não foi realizada como medida de preservação da saúde dos agentes públicos e porque o infrator concordou com a assinatura do Termo Circunstanciado (TC), que será lavrado pela prática do crime previsto no art. 268 do Código Penal.

FEMINICIDIO

A morte de uma mulher resultante da violência de gênero afeta à sociedade como um todo. Representa perda para amigos e familiares, às pessoas, movimentos e instituições que têm se dedicado, ao longo dos anos, ao enfrentamento a esse tipo de violência.

O feminicídio resulta em uma dor compartilhada, pois a violência contra as mulheres é um problema de todos. A Polícia Civil reforça o seu compromisso com a causa e recomenda a denúncia de atos violentos aos nossos canais.

 WhatsApp Image 2020 08 31 at 14.14.51

Com a situação da pandemia e a necessidade de isolamento social, criminosos estão se adaptando e criando cada vez mais formas de atacar e explorar vulnerabilidades de pessoas, empresas e autoridades. Com isso, a importância da necessidade de cuidados e configurações de privacidade no uso de redes sociais e aplicativos de mensagens.

Em Santa Catarina, foram detectados golpes envolvendo a criação de perfis falsos em redes sociais e aplicativos de mensagens. Esses golpes, que utilizam de engenharia social e obtenção de informações em fontes abertas, costumam ser direcionados para pessoas e empresas que disponibilizam principalmente dados de contato sem qualquer restrição em redes sociais.

Para mitigar esse tipo de ataque, algumas dicas de segurança (confira abaixo) foram feitas pela Polícia Civil e o Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional (NIS) do Tribunal de Justiça de SC. Denúncias podem ser feitas ao 181 ou WhatsApp (48-98844-0011).

Dicas de segurança:

  • • Configuração da verificação em duas etapas nos aplicativos de mensagens e redes sociais. (Para evitar perder o acesso caso sofra uma tentativa de invasão);
  • • Ajustar seu aplicativo de mensagens para não mostrar sua foto de perfil para quem não estiver salvo em sua lista de contatos;
  • • Configurar seu perfil na rede social (ex. facebook, instagram) para ocultar dados de contato. (e-mails, telefone celular);
  • • Nunca repasse para terceiros senhas e códigos recebidos;
  • WhatsApp Image 2020 08 31 at 14.39.36
  • WhatsApp Image 2020 08 31 at 14.33.18

 WhatsApp Image 2020 06 01 at 16.55.38

Policiais civis da Divisão De Investigação Criminal (DIC) capturaram um homem que estava foragido da Justiça por tráfico de drogas e receptação, em Palhoça. Foi na tarde de sexta-feira (28), no bairro Vila Nova.

O preso foi investigado pela DIC em 2015, ocasião em que foi preso em flagrante na posse de drogas e uma motocicleta roubada. Atualmente, estava foragido. Contra ele consta condenação expedida pelo Judiciário de Palhoça de 10 anos de reclusão em regime fechado.

pc giro noite

 A Polícia Civil, através da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) de São Miguel do Oeste, prendeu um homem de 29 anos por estupro e cárcere privado contra sua companheira. Foi na tarde de segunda-feira (17), em São Miguel do Oeste.

O crime ocorreu no último sábado (15), quando o homem, a pretexto de dar carona para sua companheira até o local do seu trabalho, levou-a para a casa dele, onde a manteve em cárcere privado, obrigando-a a manter relações sexuais. Em um momento de distração do investigado, a vítima conseguiu mandar mensagem para a família e empreender fuga, escondendo-se nas imediações da residência do autor, onde foi resgatada. Na ocasião, o homem fugiu, não sendo possível a sua prisão em flagrante.

A Polícia Civil pediu a prisão preventiva dele, sendo o pedido deferido pelo Judiciário. Assim sendo, a prisão preventiva foi cumprida na tarde de segunda-feira.

O homem foi encaminhado à Unidade Prisional Avançada (UPA), onde permanecerá à disposição da Justiça.

A diligência contou com o apoio da Delegacia de Polícia da Comarca de São Miguel do Oeste – DPCO/FRON/SMO.