Conecte-se

FacebookTwitterInstagramYoutube

WhatsApp Image 2022 05 22 at 17.39.41

Na tarde de domingo (22), a equipe da aeronave da Polícia Civil, tripulada pela equipe do SAER, estava em treinamento na região praiana de Balneário Rincão, no Sul do Estado, quando populares começaram a acenar para a tripulação.

Foi realizado pouso na praia e a equipe informada que uma pequena embarcação de pesca, com quatro pescadores, acabou virando com a força das ondas. Um pescador, de 34 anos, se chocou contra o barco.

Ele apresentava forte dor incapacitante em membro inferior esquerdo, foi conduzido a aeronave e deslocado para a base do SAER/PCSC em Criciúma, onde a equipe médica já o aguardava para prestar atendimento. Foi realizada analgesia e imobilização.

O homem, com possível fratura de fêmur, foi conduzido ao hospital São José com o apoio do SAMU para seguimento e diagnóstico. Os outros três tripulantes da embarcação não se feriram.

5151e01f d8f7 40f0 8634 ab0f9cfc2841

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Comissão de Destinação de Veículos Apreendidos da Polícia Civil, realiza mais um processo de descontaminação e amassamento de cerca de 60 carros e 400 motos apreendidos ou depositados em pátios da Grande Florianópolis, incluindo os que estão no complexo da Polícia Civil, no bairro Areias, em São José.

Os amassamentos têm o objetivo de limpar os pátios onde os carros ficam apreendidos, evitando assim possíveis prejuízos ambientais e dando a destinação adequada para a sucata, que é recolhida por uma empresa especializada vencedora de licitação realizada no ano de 2018.

A descontaminação acontece nesta sexta-feira (20) e seguirá no sábado (21). Já na próxima semana, os veículos devem ser prensados, pesados e a sucata receberá o seu destino. Ações semelhantes já ocorreram oito vezes no último ano no Estado, sendo que quatro delas aconteceram na Capital.

7cec4888 54f2 4375 ac42 1232ebff0404

6bd5dfba e705 4eb7 a277 ac6f45afcd1f

A Polícia Civil de Santa Catarina inaugurou duas “Salas Lilás” nesta semana no Vale do Itajaí. Em Gaspar, o espaço destinado ao acolhimento e atendimento especializado para mulheres, crianças, adolescentes e idosos vítimas de violência foi inaugurado na segunda-feira (09). Já, nesta terça-feira (10), foi a vez do município de Timbó ganhar a sua “Sala Lilás”.

Os espaços fazem parte dos esforços da Polícia Civil em busca do fortalecimento da rede de apoio às mulheres no Estado. As “Salas Lilás” cumprem um papel fundamental nesse sentido, proporcionando acolhimento e discrição no atendimento das mulheres vítimas de violência doméstica.

As solenidades de inauguração dos espaços contaram com a presença de representantes da Delegacia-Geral da Polícia Civil, Diretoria de Polícia do Litoral, Coordenadoria das Delegacias de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMIs/PCSC), Delegacia Regional de Polícia de Blumenau, Delegacias de Polícia locais, autoridades municipais, policiais civis e demais convidados.

A “Sala Lilás” de Gaspar está instalada no prédio da Delegacia de Polícia da Comarca de Gaspar, na Rua Vereador Augusto Beduschi, n. 257, no Centro.

Já a “Sala Lilás” de Timbó fica na Delegacia de Polícia da Comarca de Timbó, na Rua Wilhelm Butzke Sênior, n 312, no Centro.

73508a05 1b53 4007 840c 849a70ddc6bd

Sala Lilás em Gaspar

c8a30adc f908 45b3 b14c f542116b05de

Sala Lilás em Gaspar

276288ec eb7d 4c15 871f 155c81f28bc4

Sala Lilás em Gaspar

46746db3 dd27 426f aa56 146cc3a2e1e5

Sala Lilás em Timbó

9bccbbd2 2141 4ef7 a72c 0d5d9e26d534

Sala Lilás em Timbó

52321b97 a814 4b1d 93c6 62a1c65236c4

Sala Lilás em Timbó

 

 

 WhatsApp Image 2020 08 31 at 14.14.51

Com a situação da pandemia e a necessidade de isolamento social, criminosos estão se adaptando e criando cada vez mais formas de atacar e explorar vulnerabilidades de pessoas, empresas e autoridades. Com isso, a importância da necessidade de cuidados e configurações de privacidade no uso de redes sociais e aplicativos de mensagens.

Em Santa Catarina, foram detectados golpes envolvendo a criação de perfis falsos em redes sociais e aplicativos de mensagens. Esses golpes, que utilizam de engenharia social e obtenção de informações em fontes abertas, costumam ser direcionados para pessoas e empresas que disponibilizam principalmente dados de contato sem qualquer restrição em redes sociais.

Para mitigar esse tipo de ataque, algumas dicas de segurança (confira abaixo) foram feitas pela Polícia Civil e o Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional (NIS) do Tribunal de Justiça de SC. Denúncias podem ser feitas ao 181 ou WhatsApp (48-98844-0011).

Dicas de segurança:

  • • Configuração da verificação em duas etapas nos aplicativos de mensagens e redes sociais. (Para evitar perder o acesso caso sofra uma tentativa de invasão);
  • • Ajustar seu aplicativo de mensagens para não mostrar sua foto de perfil para quem não estiver salvo em sua lista de contatos;
  • • Configurar seu perfil na rede social (ex. facebook, instagram) para ocultar dados de contato. (e-mails, telefone celular);
  • • Nunca repasse para terceiros senhas e códigos recebidos;
  • WhatsApp Image 2020 08 31 at 14.39.36
  • WhatsApp Image 2020 08 31 at 14.33.18